sábado, dezembro 30, 2006

VERGONHA PARA O MUNDO

Cerca das 2 horas da manhã (AZT) foi enforcado um dos mais recentes ditadores da nossa história. A estatística mundial, quanto à morte de ditadores, indica que no ano de 2006 houve uma subida acentuada.
Que morram, por morte natural ou apodrecidos na cadeia, é um bem para a Humanidade.

Porém, Saddam Hussein foi enforcado!

Logo, sai a terreiro o maior assassino da história moderna:
"a execução de Saddam Hussein é "um marco importante no rumo seguido pelo Iraque no seu caminho em direcção à democracia"."
Bem deste merdas não havia mais nada a esperar. Para ele os sinceros desejos que 2007 seja o ano em que, finalmente, este carniceiro seja julgado pelos crimes praticados contra a Humanidade.

Se, quanto ao presidente dos EUA, uma frase destas assenta como uma luva aqui bem perto as coisas são ligeiramente diferentes:
"Por seu lado, a ministra britânica dos Negócios Estrangeiros, Margaret Beckett, afirmou: "O Governo britânico não apoia a pena de morte, no Iraque ou em qualquer outro lado. Defendemos o fim da pena de morte, independentemente do indivíduo ou do crime". "Explicámos a nossa posição às autoridades iraquianas, mas respeitamos a sua decisão enquanto oriunda de uma nação soberana"."
Assim, pergunto a esta senhora onde andava o respeito por uma nação soberana aquando da, ilegal, invasão do Iraque?
Ou será que naquela altura, apesar de todo o mal cometido por Saddam, o Iraque não era uma nação soberana???!!!

Também para Blair, desejo que 2007 seja o ano da consolidação da Justiça mundial, logo, que apodreça na prisão por crimes cometidos contra a humanidade.

Não poderia ficar por aqui:
-Mesmo desejo para Aznar;
-Em vez dos 999 anos aplicados aos outros, desejo 499 para o moço de recados mais conhecido por "cherne".

Para completar a lista, desejo:
-Que nunca sejam atingidas as 700.000 mortes (estimativa por baixo) após 2003 nesse país que foi o berço da nossa civilização. Há cerca de 30.000 anos começou aqui a moderna organização social que sobreviveu até aos nossos dias;
-Que a fanática avidez pelo dinheiro, através do petróleo, não extinga esta civilização;
-Que o Iraque, após 1990 = dezenas de milhões de mortos, possa atingir a Paz.

Fonte: Público ( texto entre aspas)

2 comentários:

Amarino disse...

Tanto o Saddam, que era, tanto o Bush e essa mulherzinha e os EUA em geral são merda, mas o mais merda é o Bush. Ele que morra pah, que aberração! :|

RedTuxer disse...

Não sei o que mais me revolta, se a execução do carniceiro ou se a comemoração do estupido bush. Se a justiça do julgamento do sadam ou se a injustiça de não levar o bush, blair, aznar e o moço de recados barroso a tribunal por invasão dum país soberano e mortes premeditadas a milhares de árabes. Quanto às mortes de americanos, não me ralam, votaram num imbecil e por duas vezes, agoram fodam-se!