terça-feira, novembro 06, 2012

QUE GRANDE BRONCA!

Desde algum tempo tem aparecido algumas acusações (por exemplo esta entre outras) sobre uma empresa que dá assistência a máquinas de votar de estar directamente ligada à campanha de Romney e de ainda ter esta mesma empresa solicitado serviços a uma outra pertença também de Romney e família. Se já de si esta situação é suspeita pior ficou quando descobriram várias "assistências" feitas nos últimos tempos o que veio a levantar a possibilidade de existir fraude no processo de voto electrónico.

Agora a cereja no topo do bolo - vejam como uma máquina muda o voto em Obama num voto a favor de Romney:


Esta situação já foi confirmada por vários mídia e relatos de outras ocorrências também já começaram a aparecer embora ainda por confirmar.

domingo, outubro 28, 2012

OBLONG MINORITY REPORT



No ido ano de 2008 já passou por esta tasca uma menção a Oblong e também pelo meu estimado amigo e Planet(ário) Geek colega  Carlos Martins AadM e desta vez trago um pouco mais de 36 minutos neste 1º episódio a que se seguem mais uns outros a não perder.

Divirtam-se.

quarta-feira, outubro 24, 2012

CIENTISTAS CUIDEM-SE!

Principalmente se trabalham em Itália, onde o medievalismo parece ressurgir.

Apesar dos grandes avanços que a sismologia tem tido "pensava eu de que" toda a gente reconhece não se tratar de uma ciência exacta. Ora, não se tratando de uma ciência exacta assume-se automaticamente que o erro pode acontecer com relativa frequência e, no extremo oposto, as certezas poderão nunca acontecer,. Tal como neste campo muitos outros se podem incluir como por exemplo a meteorologia que, embora cada vez mais exacta, por diversas vezes lá nos vai pregando algumas partidas.

No caso de muitos ramos "menos exactos" das ciências, neste preciso caso exemplificado através da sismologia,  é expectável que quem opina não pode estar permanentemente com a cabeça no cepo onde uma frágil linha regula entre a "vida e a morte" sob pena de ninguém arriscar qualquer hipótese excepto quando a certeza é absoluta. Paralelamente, com muita frequência são delegadas enormes autoridades por parte dos responsáveis políticos, autoridades essas que podem gerar urgentes e profundas alterações na rotina diária das populações onde presumivelmente evitar (ou minorar no caso de ser inevitável) o pânico terá uma prioridade de topo. Quando o nível de intervenção sobe a estes patamares, é imaginável que podem acontecer, entre outras, duas opções primordiais quando uma ténue hipótese surge no "radar":
- vamos manter-nos atentos e esperar pela evolução;
- tal como na história dos porquinhos - Alarme!
Se a primeira opção parece à partida ser a mais sensata existe o risco de se esperar demais e o acidente acontecer sem ter existido qualquer alarme pelo que o número de baixas pode aumentar significativamente.
No segundo caso, o alarme surge em devido tempo só que o histórico de falsos alarmes penaliza fortemente a sensibilidade da população surpreendendo muitos que certamente pensarão tratar-se de mais um engano.

Se o papel dos cientistas já é por si um deslizar pelo fio da navalha ainda por cima existe um grande número de animais armados em bestas para complicar ainda mais as coisas - os políticos!
Esta raça de predadores que ocupam o lugar de topo da pirâmide* têm por hábito andarem bem protegidos de forma a evitar que qualquer pinga de água sobrante do habitual sacudir dos Armani ** lhes manche a aparência. Assim, perante qualquer situação mais complicada é praticamente 100% expectável que também existam duas formas de estar:
- se correr tudo bem - fui eu;
- caso algo corra mal - não fui eu.  ***
Ora, como é fácil de perceber, em praticamente todos os casos que envolvam alterar a rotina da população terá que haver uma enorme ponderação dos riscos a assumir de forma a obter a melhor solução perante as alternativas existentes. Porém, quando fenómenos da natureza se encontram envolvidos, nem sempre a melhor solução naquele preciso momento de urgência é a melhor solução final e embora a imediata decepção/revolta das populações seja patente perante qualquer desgraça em breve prazo certamente surgirá o reconhecimento que foi feito o melhor possível. Dentro desta racionalidade excluem-se obviamente os tais predadores de topo - para eles as pessoas não passam de um número de votantes a preservar ou roubar a outros e, tal como os romanos o faziam antigamente, com toda a pompa e circunstância oferecem sacrifícios a alguma população sedenta de sangue esperando que seja o suficiente para os acalmar e desviar as atenções para outros assuntos da treta.

 * - julgam eles...
** - o tempo dos capotes já era...
*** - em Portugal era e continua a ser frequente "não fui eu, foram os anteriores" porém foi recentemente acrescentada a nova modalidade "não fui eu, foi a Troika" quer isoladamente quanto composta com a primeira como por exemplo "não fomos nós quem começou com a Trika"

sexta-feira, outubro 12, 2012

INCRÍVEL!

Prémio Nobel da Paz:
União Europeia!?

Compreendo - a Alemanha está a escravizar PACIFICAMENTE grande parte da Europa...

segunda-feira, agosto 06, 2012

YOUTUBE, WE HAVE A PROBLEM...

Parece inacreditável mas pode acontecer.



Apesar da extraordinária proeza conseguida ao "aterrar" um pesado rover na superfície de Marte acontecem sempre alguns problemas que não se podem evitar.
E se não aconteceu qualquer problema com a transmissão em "directo" para muitos milhões de internautas, mostrando uma enorme eficácia dos servidores que a NASA administra, já um excerto desse vídeo colocado pela própria NASA no seu próprio canal Youtube deu direito a um inacreditável problema!

Nem me vou prender em mais pormenores já que este artigo diz tudo.

domingo, julho 29, 2012

THIS IS FOR EVERYONE

But everyone doesn't care...

Incrivelmente, terá passado despercebida a presença de Sir Tim Berners-Lee na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos!
Já para não falar no equipamento utilizado o qual convido desde já a encarnarem o papel de Sherlock...

Não assisti ao vivo mas como não pude escapar das constantes repetições acabei de dar por mim a WTF!?

Apesar de ter andado um bom pedaço de tempo a "surfar" fiquei estupefacto com a grande maioria dos sites que geralmente leio, principalmente os dedicados à tecnologia - como é que uma coisa destas pode escapar a alguém!?

Para piorar a coisa, esta mensagem foi escrita num equipamento também "respeitável" (tanto sonhei com um naquela altura...), na rede twitter (processo extraordinário de evolução do nome quando muitos escrevem "in a/num tweet" ou tweetou...) e, a cereja em cima do bolo, passada através do pessoal que assistia que simulou os "pixels" como se de um ecran gigante se tratasse.

Sir, aqui fica a minha humilde homenagem...



(apenas a) Imagem foi roubada de um dos raros sites que divulgaram a notícia.

quinta-feira, julho 19, 2012

SUPORTE!?

Ainda acerca do tal "erro técnico" é de pasmar a qualidade que certa empresa coloca no atendimento aos seus clientes. Um mês depois do "erro" e mesmo assim não conseguiram ver o "alerta" e apenas 16 meses depois (desta dúvida 17 no total) é que tocaram os alrmes quando a UE começa a investigação!
Calidade, calidade, calidade!


Se o tal de Jason-H. parece um atendedor de chamadas o que dizer da última datada 18 do corrente mês quando (quase) toda  a gente já sabia do erro e a própria empresa tinha admitido que assumiam a culpa!?
ppppffff, Windows Expert - Consumer!
Este tal especialista sempre conseguiu fazer melhor do o patrão - lá conseguiu fazer asneira apenas 16 meses depois da dúvida ter sido colocada... 



Relembrando o triste episódio:
- Em Fevereiro de 2011 "esqueceram-se" de colocar a opção de escolha do browser tal como era obrigada;
- um mês depois um cliente chama a atenção para a falta desta opção;
- em Dezembro de 2011 após ter sido colocada a dúvida pela UE, responde que esta opção estava lá e, como tal, nenhuma ilegalidade estava a  acontecer;
- Em Julho de 2012, finalmente, deu pela ilegalidade mas apenas após ter sabido que a UE ia investigar o acontecido;
- de pronto admitiu a culpa mas tal apenas aconteceu devido a um "erro técnico"
- apesar de ter admitido a culpabilidade parece porém  ter-se esquecido de informar alguns dos seus especialistas que provavelmente vivem em ermas grutas.


quarta-feira, julho 18, 2012

"TECHNICAL ERROR"

Pela primeira vez na história um certo monopólio poderá vir a ser penalizado por não cumprir com a lei da UE. Desde Fevereiro de 2011, mais concretamente desde o SP1 para o 7, que a Microsoft fugiu com a sua obrigação de não colocar a opção de escolha de outro browser que não o infelizmente célebre IE.
Segundo eles, tal deve-se apenas a um "erro técnico"...
O mais estranho disto tudo e que só após a UE ter decidido investigar e provavelmente penalizar com uma multa que poderá ascender a 7 mil milhões de Euros é que detectaram tal erro!
Ou seja, demoraram 16 meses para descobrir tal "erro técnico"!

Das duas uma:
- ou sabiam perfeitamente no que se estavam a meter tentando, desta forma, aguentar por mais uns meses o seu browser no topo numa altura em que a concorrência já os está a bater;
- ou mais uma vez demonstraram claramente que a habitual incompetência está cada vez mais enraizada!
E com pormenores de requinte:
"While we have taken immediate steps to remedy this problem,(...)"

Agora, calcule-se o que para eles quer dizer "imediato" quando para cúmulo dos cúmulos asseguraram, com notória mentira, à UE em Dezembro do último ano que tal opção estava presente:
- "Although Microsoft submitted in a report to the Commission in December last year that the choice screen was still present, we have received indications from third parties that Microsoft has not complied with its commitments in the period from February 2011 until today.


Microsoft has recognised these facts. More precisely, it appears that since the launch of Windows 7 Service Pack 1 in February 2011, the choice screen has no longer been displayed. As a result, about 28 million users may not have seen the choice screen at all.

Despite this, Microsoft submitted in a report to the Commission in December last year that the choice screen was still present."

Ligação para a press release de Joaquín Almunia.

Cada um que julgue o que quiser mas este tal "erro técnico" não deveria ter sido detectado de imediato quer em Fevereiro de 2011 e no pior dos cenários em Dezembro do mesmo ano quando com total desprezo pela lei e pela mais alta instituição desta Europa Unida asseguraram que tal opção estava presente!?

O que é facto é que mais uma vez violaram a lei e que apesar disso todos os países da UE irão continuar a gastar muitos milhares de milhão em produtos de um convicto monopolista que ainda por cima já por diversas vezes foi julgado e incriminado por tais práticas e que desta vez conseguiram ir mais longe, tão longe que certamente terão lugar na (triste) história!

Fonte.

terça-feira, julho 17, 2012

LUMIA - O DESASTRE DA NOKIA

Segundo alguns que conseguem ver tudo explicado nas cartas, astros e bolas de cristal o nome Lumia tem como origem a mitologia:
- "FILHA DE NETUNO, UNIU-SE A JÚPITER E TEVE DOIS (2) FILHOS."

Se trocarmos os nomes até bate certo, pelo menos numa fase inicial onde apenas foram apresentados dois modelos indo agora em quatro qualquer um deles um fantástico fracasso vindo da companhia que dominava completamente o mercado.

Outras associações mitológicas serão possíveis ainda como por exemplo:
- o mais simplesmente possível - não tardará muito a passar a mito;
- com o célebre episódio do cavalo-de-Tróia.


Passar a mito - apesar de todas as parangonas a que fomos assistindo durante os últimos meses com anúncios de milhões e mais milhões, principalmente por parte de uma grande maioria dos media afectada pela submissão aos carcanhóis de um célebre monopólio, quase anunciando um estrondoso sucesso o que é facto é que afinal os números estão aí para provar que de estrondoso até tem muito mas apenas em sentido inverso - fracasso!


Hoje, ao seguir o belíssimo blog(*) do meu amigo e colega no Planet Geek Carlos Martins deparei com uma notícia acerca do Lumia 900 ter sofrido uma redução no preço de 50% (nos EUA) passando a custar uns míseros $50. Ora, lendo bem esse artigo, tudo parece indicar que a infeliz borrada cometida com o anúncio prévio de que o 00 não "encaixaria" na gama actual poderá estar na base desta redução de preço. Porém, através dos números publicados a realidade é que estes terminais são um verdadeiro fracasso não passando de umas meras 330.000 unidades vendidas no período de quatro meses ou seja 0,3% do mercado dos EUA que neste período contou com cerca de 110 milhões de unidades vendidas com especial destaque para a plataforma Android que de forma completamente clara domina o mercado.
Apesar do espectáculo dado pela tal companhia, o que aconteceu no final é que apenas se assistiu à desolação de uma paisagem de terra queimada que certamente contribuirá para o iminente colapso do gigante Nokia caso não tome medidas urgentes retirando de imediato o cavalo-de-Tróia lá implantado e desistindo de vez daqueles tijolos a que alguns chamam janelas. Porém, não foi isso que afectou as vendas nem tampouco a actual baixa de preço mas sim o inequívoco e rotundo NÃO a tal plataforma. Para quem ainda tem dúvidas:
- só empregados do monopólio e respectivos satélites não devem fugir muito da centena de milhar;
- durante um período de cerca de 2 meses este terminal foi OFERECIDO a custo zero devido a ter sido vítima da já normal incompetência de quem fabrica o software quando brindou os (poucos) compradores com diversas falhas que quase tornavam o aparelho num mero pisa-papeis;
Ora, se durante os primeiros meses foi oferecido e certamente apoiado nos números por parte dos empregados da tal firma e respectivos satélites, chega ao fim de 4 meses e apenas conseguiu vender 330 mil terminais na sua totalidade "vendidos" no período pré-anúncio da tal incompatibilidade com o "novo" SO, que mais se pode dizer!?
Portanto a ilação a retirar é que o anúncio apenas veio cavar ainda mais fundo a sepultura que desde o primeiro momento foi preparada pelo "general das plataformas a arder" a mando de, aham, cof, cof,...
(ora, toda a gente sabe, certo?) ou seja, apenas piorou tenuemente uma situação que pouco pior poderia ficar.

Cavalo-de Tróia - desde o primeiro momento tive a certeza quase absoluta de que o "general" tinha como única missão afundar a Nokia, conforme se pode ver através de alguns artigos que entretanto fui publicando.
Mas, como é óbvio, eu não estava/estou sozinho neste infeliz dote de adivinhação que ao invés de utilizar alguns dos truques que muitos usam (cartas, astros, bolas-de-cristal, etc.) apenas usa um dos mais óbvios conceitos - o bom senso. Desde há algum tempo, sigo com atenção um dos mais célebres consultores que tem dedicado algum tempo a analisar a situação em que a Nokia se meteu sendo que o último artigo (neste não perdeu certamente apenas "algum" tempo) "The Sun Tzu of Nokisoftian Microkia - Mirror mirror on the wall, who'se the baddest of them all - Waterloo, I was defeated you won the war - a long trek blog in search of the worst CEO ever (spoiler alert: Elop)" ilustra de forma clara e evidente qual o papel que o "general" assumiu e incrivelmente ainda assume no mais rotundo fracasso de gestão danosa indo ao ponto de considerar ter sido a pior asneira de sempre!

Chamo a atenção que este artigo é longo, muito longo mas vale a pena ler do princípio ao fim para todos terem uma ideia do que realmente está a acontecer lá pelo "reino" da Finlândia...

(*) - que está de parabéns ao conseguir arranjar o domínio aadm.pt.
Ah!, e desde já aproveito para desejar umas merecidas férias...   :-)

domingo, julho 08, 2012

PATENTES vs INOVAÇÃO (I)

Decorrente de uma interessante troca de opiniões surgida na mailing list do Planet Geek e como o estado actual das litigações atingiu um ponto por demais ridículo, deu-me na cabeça perder um pouco de tempo com este assunto e comparar se realmente as patentes promovem a inovação ou se, pelo contrário, cortam pela raiz todo e qualquer ensejo de acontecer algo de novo e revolucionário por parte de novos ou existentes "inventores".
Para começar vou-me prender um pouco com a "thermonuclear war" promovida pelo falecido St. Jobs contra algumas das companhias que estão a usar o SO Android já que até ao momento ainda não tiveram a coragem de enfrentar o principal responsável por tão difundida e dominadora plataforma - Google.
De facto, a empresa da maçã mordida, tem promovido diversas acções contra alguns fabricantes com principal destaque para Motorola, Samsung e HTC e se nalguns poucos casos tem tido um relativo sucesso tal já não acontece noutros onde, juízes com mais conhecimentos na área da tecnologia, expõem de forma claríssima o quão ridículas são algumas das patentes usadas e a base com que foram formuladas para atacar a concorrência. No meio disto tudo, existem decisões que são exactamente opostas mostrando claramente que algo vai mal quer no sistema de patentes quanto na interpretação que alguns juízes tem da lei em que se baseiam.
Um dos casos mais típicos tem a ver com várias patentes que a Apple conquistou sem qualquer merecimento visto já existir anteriormente tal tecnologia e que tem levado pelo menos um juiz a claramente beneficiar a Apple mesmo quando a evidência é por demais exposta. Como é óbvio, a decisão tem que ser respeitada uma vez que, na ausência de mais e melhores conhecimentos por parte desse magistrado, apenas se cingiu restrictamente à interpretação que faz da lei. Por outro lado, outros juízes com mais conhecimentos na área da tecnologia tem severamente atacado os princípios de tais litigações, como por exemplo:


1. Venerável Richard Posner
"[slide-to-unlock patent] Apple’s .. argument is that “a tap is a zero-length swipe.” That’s silly. It’s like saying that a point is a zero-length line.";


Neste processo, este juiz também deu forte e feio na Motorola e no fim deu por terminado este processo, pelo menos no "seu" tribunal, sem qualquer condenação para com as duas partes que mutuamente se acusavam de transgredir as suas patentes não se ter acusado os dois de estarem unicamente a usar a lei para travar a concorrência e a lesar o interesse público com tais "tolices".


2. Entretanto, noutro tribunal, um outro juiz impôs que a venda do terminal (Samsung) Google Nexus fosse proibida nos EUA precisamente através da mesma patente.


3. Posteriormente, decorrido um curto espaço de tempo, um juiz inglês arrasava completamente com a acusação da Apple ao invalidar de forma imperiosa três patentes por manifesta "prior art" enquanto uma quarta patente não se aplicava aos terminais HTC.


Infelizmente assinalável, é a opinião de um dos advogados da Apple:
- "National patent laws thematically are very similar, but can be applied very differently. Not only are the tests different but also the evidence that can be introduced in different courts varies. If the Neonode ("prior art" considerada pelo juiz) wasn't released in the US it might not be able to be cited thereSo the fact that Apple has lost this particular patent battle in the UK shouldn't mean it should be seen to have lost the global war."
Ou seja, nos EUA não interessa se realmente alguém já usava anteriormente certa tecnologia de tal forma que pode não ser aceite nos tribunais mas sim a atribuição de tal "invenção da roda" ter sido aprovada pelo sistema de patentes. Os EUA são mesmo um mundo aparte - tem que forçosamente ser inventores de tudo só pelo simples facto de, à luz da lei, as invenções não terem lá chegado!


Claramente, os orgãos emissores de patentes tem uma enorme culpa neste estado de guerra que actualmente grassa no sector tecnológico e como tal são directamente culpados pelo óbvio aproveitamento que algumas firmas usufruem apenas tendo como único fim atacar e despromover a inovação. Em vez de inventar vamos todos tornar-nos em agricultores...

sexta-feira, julho 06, 2012

ANDROID YAHOO MAIL - PERIGO!

Se descarregou a aplicação Android para Yahoo Mail, será melhor mandá-la para o lixo de imediato.

 

Fonte.

quarta-feira, julho 04, 2012

INDEPENDENCE DAY

O título é totalmente fora do contexto se tivermos em conta esse dia tão querido dos cidadãos dos EUA e apenas tem a ver com a humilhação que hoje sofreu a corja que tentou de todas as formas (im)possíveis e (in)imagináveis fazer prevalecer a vontade uns poucos contra a liberdade de muitos milhões com a ignóbil ditadura que dava pelo nome de ACTA. Ainda ontem, um dos principais responsáveis por tal manobra solicitava a todos os intervenientes com poder de voto para se absterem e desta forma poderem ultrapassar a barreira que os poderia impedir de alcançarem tal desiderato e de tal forma que tinha quase a absoluta certeza que o EPP o iria fazer. Felizmente, uma esmagadora diferença de 478 contra 39 expressa de forma inequívoca onde estes tristes deverão enfiar este tal "tratado"...

Se no princípio afirmei que o título estaria fora de contexto do restante texto existe porém algo que até pode ter alguma ligação, embora em sentido inverso, que é a marcada independência do Parlamento Europeu perante a invasão dos podero$o$ bobbys da indústria de entretenimento na sua maioria sediada nas terras do tio Sam mas com dependências em todos os países do mundo através de várias obscuras "associações" de onde não se podem excluir as infelizmente famigeradas "portuguesas".

Desta forma, esta significativa e expressiva recusa por parte do Parlamento Europeu, deixou os EUA praticamente a falarem sozinhos acerca de tal "tratado" já que provavelmente contará apenas com o apoio de Marrocos. Ainda bem que o PE o rejeitou já que a União/Comissão Europeia assinou tal dejecto, com a suspeita concordância de Portugal ou seja, o PE conseguiu em poucos meses ver aquilo que durante vários anos à porta fechada e mais mais desprezível segredo centenas de outros não QUISERAM ver - fortes indícios de que este "tratado" violava de forma repugnante os direitos fundamentais dos cidadãos. Claro que, após conhecimento dos documentos, numa primeira fase onde alguém teve a feliz ideia de os dar a conhecer ultrapassando desta forma parte do secretismo que o rodeava, foram os próprios cidadãos que de várias formas conseguiram abrir os olhos destes responsáveis embora como já se calculava a CE/UE nunca QUIS ver aquilo que realmente se passava em seu redor imbuídos numa colectiva cegueira que bem ilustrada ficou no "ensaio" de Saramago.

Como é óbvio, esta foi apenas uma das batalhas e não o acabar da guerra que certamente perdurará através de outros manhosos expedientes por parte dos habituais suspeitos com a esperada intervenção de poderosos bobbys para de alguma forma conseguirem impor a lei deles, mesmo que seja contra toda a vontade agora expressa e dos direitos fundamentais da população, apenas em prol da sôfrega busca de mais e mais cifrões. Como tal, é necessário estar sempre alerta para cortar o mal pela raiz e nunca deixar chegar ao ponto onde chegou - o "povo" já demonstrou que não se deixa enganar assim tão facilmente embora Portugal não seja um exemplo estas coisas perfeitamente visível pela passividade bovina com que deixa enganar pelos consecutivos desgovernos com principal destaque para o actual o qual, julgava eu erroneamente, nunca poder via a ser pior que o anterior. Apesar de se tratar apenas de uma batalha, este dia 4 de Julho de 2012 poderá vir a ter o merecido relevo para muitos milhões de cidadãos que podem considerar este o dia em que o Parlamento Europeu impediu uma das mais catastróficas imposições de um sistema ditatorial por parte de uma super-potência estrangeira. quem sabe, terá algum o devido destaque e ter honras a eventuais comemorações? (pela parte que me toca - ófaxfavôr tira aí uma fresquinha que hoje é dia de festa...)


quinta-feira, junho 28, 2012

DEMOCRACIA EUROPEIA

Se já não bastasse o torniquete financeiro/económico e a vandalização do sector primário em vários países com a única função de promover os mais poderosos a serem cada vez mais poderosos e os mais pobres a tornarem-se cada vez mais pobres, sempre acontecem nesta tal de "Europa unida" vários atropelos à dignidade do povo que dizem representar.

Um dos mais notórios exemplos prende-se com o famigerado ACTA, que após ter sido cozinhado em segredo durante vários anos e apenas dado a conhecer devido à boa vantade de alguém que vazou alguns documentos na net, volta a estar na ordem do dia através de, pelo menos dois dos seus principais defensores, numa clara violação dos direitos democráticos que deveriam reger as instituições europeias, rejeitam toda e qualquer decisão das altas instâncias contra tal parvo "tratado".  Chamando os bois/vacas pelos nomes:

Karel De Gucht;

Marielle Gallo; (traduzido do original em francês)

Pelo que se pode perfeitamente notar, estas duas personagens rejeitam toda e qualquer forma de objecção a este "tratado" por parte da grande maioria dos representantes que até ao momento rejeitaram de forma clara o documento. De tal forma que não tem qualquer vergonha de proclamar que tudo irão fazer para que tal porcaria seja imposta a todos os europeus mesmo que leve negas de todos os outros!

 

Marielle Gallo ainda consegue ir mais longe na sua forma particular forma de interpretar a "democracia", como por exemplo:

- "Now, in other Committees, you can see what has been happening: people are applauding… what are they applauding? That the streets are making the laws here? I don't know…"

Infelizmente não sabe. Santa ignorância...
Infelizmente, esqueceu-se que está lá porque foram as "pessoas da rua" que de alguma forma a colocaram lá e desta forma deveria contribuir para respeitar a livre expressão das opiniões dessas mesmas pessoas.
Infelizmente, não consegue ter um breve momento de lucidez para analisar a razão das pessoas estarem a aplaudir as recusas de várias instâncias em aceitar tal forma de opressão.

 

- "We're supposeed to represent citizens, but since they are busy with other things, we are supposed to think for them!"

Ora, cá está. Supostamente deveriam representar os cidadãos mas como estes assumiram uma inegável recusa do seu querido papel acusa-os de andarem distraídos com outras coisas e desta forma rejeitar essa consciência democrática transformando-a numa clara ditadura. Hitler também pensava assim quando resolveu que deveria ser ele a pensar pelo povo...

 

- "MEPs who voted against, they don't know their bible."

Claro!
Tal como um desvairado que acaba de entrar em contramão numa auto-estrada ele é que está certo. Todos os outros milhares é que estão errados!

 

Em suma, seja qual for o resultado obtido no dia 4 de Julho os defensores deste sujo "tratado" irão de qualquer forma fazer com seja aprovado. Atentamente, milhões de europeus, deverão continuar em alerta contra tal violação das regras e não aceitar de forma alguma que a vontade de uns poucos seja imposta aos cerca de 500 milhões de cidadãos que constituem tal espaço "unido". 

terça-feira, junho 26, 2012

RUMORES NEXUS TABLET

Crescem cada vez mais os rumores sobre o hipotético tablet Google. Se existem alguns pontos discordantes, como por exemplo sobre a versão Jelly Bean, já noutras coisas todos parecem estar de acordo principalmente o preço sub $ 200. A tornar-se uma realidade, este preço marcará indiscutivelmente a fasquia do mercado para as próximas gerações de tablets, principalmente sabendo-se que trará um quad-core Tegra 3 1,3 GHz, 12 core GPU e 1 GB RAM. (*)

Porém ainda é cedo para se ter certezas mas felizmente dentro de poucos dias tirar-se-ão todas as dúvidas. De uma coisa é certa - assim que apresentado não demorará muito tempo ate os vermos no mercado. Nada como noutras paragens onde o vapourware grassa a toda a força e anunciam coisas que não serão vistas durante muito tempo...

segunda-feira, junho 25, 2012

LIGHTS OVER LAPLAND

 

3 anos e milhares de horas para mostrar toda a beleza deste fenómeno num espectacular vídeo que demora "apenas" 13 minutos e alguns segundos se retirados os devidos e merecidos créditos.

sexta-feira, junho 22, 2012

ANEDOTAS À PORTUGUESA

Precisamente um dia após a apresentação do novo 00, com a expressa menção que tal coisa nunca "correrá" nos terminais actuais, eis que aparece à venda em Portugal um tal de 009. Pelo módico preço de €600!

Sabendo-se que anda por aí muito papalvo, certamente existirá alguém que se sentirá atraído por tal feito histórico e correrá a comprar uma coisa que já estava ultrapassada à nascença e que agora não passa de um morto-vivo!

Nos EUA, pelo menos, nem oferecido conseguiram sair da curva descendente da verdadeira "plataforma em chamas". Será que por cá as coisas mudarão de figura?

Um "ajuste directo", porventura?

Pobre NOKIA quando te deixaste engolir pelo "cavalo-de-tróia"...

 

Embrace, extend and extinguish

segunda-feira, maio 21, 2012

LEAP MOTION

Um nome a reter?

Segundo os criadores tem muito mais a oferecer do que a concorrência.

Quem estiver interessado já existe em pŕe-order (limitado) por $69,95.

 

CÂMARA PARA O Pi

 

 

Raspberry Pi já conta com uma câmara. Os testes foram executados com um sensor de 14 Mp (!) mas devido aos custos provavelmente terá uma definição inferior.

 

Mais pormenores no blog oficial.

quinta-feira, março 29, 2012

A GENTE SÓ MORRE UMA VEZ

Mas é para sempre.

 

 

RIP, Millôr.

Estive para escolher "Viver é como desenhar sem borracha" mas no último momento resolvi trocar. Foi difícil escolher entre tantos ditos deste genialmultifacetado autor:
-http://www.frasesfamosas.com.br/de/millor-fernandes.html  

E como resolvi prestar esta pequena homenagem apenas no dia em que foi cremado também resolvi colocar mais um registo do seu variado espólio, desta feita um trono bem à maneira de uma certa pessoa que conheço...


 

quinta-feira, março 22, 2012

ISLÂNDIA LIVRE E ABERTA

"All public administrations in Iceland are increasing their use of free and open source software. The country's government recently launched a one year migration project for all of its public institutions. "The goal of the project is not to migrate public institutions to free and open source software in one single year but to lay a solid foundation for such a migration which institutions can base their migration plans on"

Examples include the three biggest public institutions in Iceland, all of the ministries, the city of Reykjavik and the National Hospital. "These are setting a good migration example"

Also, a groups of specialist has been formed that will monitor the project, aiming to prevent future failures. The project is also compiling a list of ongoing projects surrounding the use of free and open source software by public institutions to allow collaboration on these projects.

"We are also making sure that in our public schools, the national curricula does not restrict the use of free and open source software.""

 

Ora, eis o exemplo que vem do "frio". Avaliação, colaboração e um grupo de especialistas que cuide das eventuais falhas que possam vir a ocorrer ilustram bem o caminho a seguir por todos quantos queiram optar pela liberdade e libertarem-se do jugo opressor dos interesses de meia duzia e dos respectivos grupos de pressão instituídos. Desta forma, todo o desenvolvimento fica dentro de portas com a inevitável vantagem da formação dos seus próprios técnicos e de poderem de forma autónoma serem senhores do seu destino, pelo menos no tocante às tecnologias de informação. Infelizmente por cá as coisas são completamente diferentes não passando de meras intenções que se perdem quando os partidos assumem a cadeira do poder - como é hábito o actual governo ainda se encontra dentro daquilo que estipulei como de "graça" e por esse motivo não me estendo mais na apreciação até completarem um ano mas a recusa de cumprirem aquilo que prometeram e de chumbar uma resolução idêntica à que tomaram anteriormente quando se encontravam na oposição não abona muito na sua credibilidade remetendo-se ao mesmo papel que o anterior governo já havia tomado. 

Fonte

 


E O DEJECTO-LEI 118...

.. foi pelo esgoto abaixo. Tal como deveria ter acontecido desde o início!

Pelo menos por agora a explosão intestinal foi contida.

Na minha opinião a pressão pública para desmascarar este assalto dos nossos depauperados bolsos pesou imenso para que a reles tentativa de extorsão sofresse o revés a que se assistiu. Aliás, só assim se justifica que após uma aprovação unânime em sede de Comissão alguns partidos manifestassem  o direito de mudar de opinião.

Felicito todos os que estiveram deste lado da barricada e também os partidos que se manifestaram contra tal absurdo. Por outro lado, para todos aqueles que estiveram do outro lado os meus sentimentos - o vosso querido "filho" afinal não passou de um aborto. E nestes últimos realço aqueles que marcaram de forma negativa todo este processo já que é verdadeiramente necessário "chamar os bois pelos nomes":
1. Gabriela Canavilhas - esta, nunca a mais verei da mesma forma como a que até a via. Sinceramente, nutria uma sincera admiração pelos seus dotes musicais que agora se tornou no mais profundo desprezo. Para além disso não poderia deixar de assinalar a cobardia com que  fez uma vez que durante o tempo em que foi ministra não teve a coragem de o fazer;
2. todos partidos políticos e principalmente os deputados que fizeram parte da Comissão com especial relevo para os dos dois partidos que estão sempre a afirmar que estão do lado do povo e dos quais esperava sem qualquer hesitação uma imediata recusa;
3. Partido Socialista -  saiu muito mal desta história. Se já ninguém já lhes dá crédito face à mais lastimosa actuação de um governo desde o 25 de Abril, agora, que mais uma vez se subjugou aos interesses dos bobbys, ainda ficou pior. O outro ponto a salientar é exactamente o mesmo da "promotora" - cobardia. Enquanto governo não o fez e agora na oposição é que se lembrou de promover tal porcaria sem se lembrar dos interesses daqueles que deveriam contar - quem os elegeu;
4. Claro que não poderia faltar a SPA. Armada em juíz em causa própria, redige este dejecto em que automaticamente acusa todos os portugueses de ladrões e caso não bastasse essa acusação ainda foi mais longe ao estabelecer uma pesada pena  sem possibilidade do réu se defender de tão grave e leviana acusação. Ou seja, 99,999% da população portuguesa era acusada e declarada culpada deste crime sem qualquer possibilidade de se defender. Salvavam-se apenas duas "eleitas" minorias:
-  aqueles que usassem os suportes para obras que se destinassem a deficientes;
- os que usassem os suportes para a criação das suas obras mas devidamente comprovados - certamente fazendo-se sócios desta sociedade! 

Embora desta vez este processo se tenha traduzido numa vitória do povo contra este grupo de obscuros interesses, que ninguém espere sentado e descansado. Eles "andem" aí e voltarão novamente à carga pelo que todos precisarão de estar atentos e coesos para matar novas tentativas assim que comecem a aparecer.

Pela parte positiva, sem realçar ninguém embora alguns estivessem mais na linha da frente do que outros, o poder da comunidade manifestado pela sua forte adesão à recusa de tão ignóbil documento é de facto assinalável e terá sido este mesmo poder quem fez alguns personagens virar a casaca deixando um claríssimo sinal à navegação governamental de que não somos tão duros e irresponsáveis nas formas de luta como por exemplo os gregos mas cuidado com as intenções de nos acusarem sem apelo nem agravo. E nem falar da submissão aos desejos de certos bobbys e respectivas "sociedades"...

segunda-feira, março 12, 2012

ANDROID N7PLAYER

Até agora, sempre que me aparecia uma aplicação deste género, ficava com a estranha sensação que era mais do mesmo e que neste aspecto nada mudava. Em suma, uma pobreza de imaginação...

 

Até agora...

 

 

 

 

Ligação para Google Play

 

terça-feira, fevereiro 28, 2012

CSTICK COTTON CANDY

O computador numa pen já aceita encomendas.

 

 

€ 189 (*) mais despesas de expedição dão direito a um computador que faz muita coisa para o tamanho que apresenta. 

Por enquanto o suporte centra-se em Android Ice Scream Sandwich (segundo informações anteriormente prestadas penso que Gingerbread também é suportado) ou Ubuntu.

Quem estiver interessado em saber mais, sobretudo as especificações, basta seguir a ligação em epígrafe.

(*) - para uma companhia sediada na Noruega, a diferença de preço entre USD 199 e EURO 189 é algo que me causa estranheza. Mesmo com o dólar a "subir"!

domingo, fevereiro 26, 2012

TOME 2 CIRURGIÕES...

... e venha cá amanha de manhã.

Assim começa um interessante artigo sobre uma espectacular tecnologia que ainda há pouco tempo seria apenas ficção ou seja, um microbot capaz de mergulhar na corrente sanguínea sem qualquer recurso a cabos nem baterias.

De seu nome Tiny (bastante apropriado, diria) temos a agradecer a Ada Poon por este notável feito.

 

PS: estranhamente, sonhei há dias com algo do género e que teria sido eu o herói desta história. Infelizmente acordei e se o herói mudou pelo menos resta-me a consolação de que não se perdeu tudo já que o principal poderá eventualmente tornar-se realidade.

B2G

O meu vizinho planetário que redige um blog deveras interessante chamado O.Cantinho.da.Programação descreveu recentemente como a Fundação Mozilla se preparava para abrir a sua tasca.

A pretensão de levar aplicações a qualquer pessoa independentemente do Sistema Operativo e da plataforma de hardware é imensamente meritória e um exemplo a seguir por todos.

Ora, se considerar esta ideia como sendo digna de mérito existe também um outro aspecto a merecer destaque e que é a provável saída no segundo semestre deste ano de um novo sistema operativo para combater o mercado agora dominado por Android e iOS de seu nome - Boot2Gecko ou sumariamente B2G.

Já acompanho este projecto há algum tempo e como era do conhecimento de quem anda por lá esta ideia de abrir uma tasca já era previsível desde o momento em que B2G já estivesse com data mais ou menos programada, o que parece finalmente vir a acontecer, de forma a ter aplicações disponíveis aquando do lançamento a um nível global.

E quando digo a nível global refiro-me ao facto de não se tratar de um pré-lançamento como no caso da LG a apresentar um terminal no muito próximo Mobile World Congress/MWC. A este enorme evento não faltarão uns outros vizinhos planetários já costumeiros nestas andanças e que provavelmente poderão dar-nos mais notícias acerca deste assunto - Revolução Digital.

Sobre o SO propriamente, escuso-me de momento a tecer qualquer análise desejo apenas que tenha pernas para andar e que consigam singrar num ambiente onde quem manda é o dinheiro como, por exemplo, no caso das lojas TMN travestidas de lojas de um infelizmente conhecido monopolista de duas vacas sagradas.

sábado, fevereiro 25, 2012

"APPLES ANDROID"

Bem, quem o diz é o célebre cavalo-de-tróia:
- "Our competition is Apple's Android and Apple's iOS"

Apesar do optimismo dele e da enorme campanha que por aí vai, como por exemplo  as lojas da TMN transformadas em lojas dos tijolos a que chamam janelas(*), até ao momento nem sequer conseguem ultrapassar o SO Bada!
Na soma de todos os fabricantes e não apenas a Nokia$oft!
E o mais notável ainda é de que vem deste artigo e da honestidade com que admite o favorecimento em prol desta plataforma não só deles como também, implicitamente, de todos os meios de comunicação, incluindo blogs, cuja descarada papagueação certamente lhes trará enormes frutos...
Aliás, o autor apenas se refere a Bada mas na realidade aquele site é feito à medida dos dois ex-libris dos sistemas fechados. Claro que vai uma astronómica diferença de tratamento para Bada vs "os outros" não só neste site quantos em todos os outros mas, não é só Bada não e enquanto não acabar o dinheiro da propaganda certamente assim se manterá...

 

(*) - pelo menos a que se encontra num centro comercial desta cidade onde os únicos aparelhos a destoar são dois tablets. Fora isso é uma autêntica loja daquela coisa dos tijolos com umas cores de vómito...
Certamente, saberão o que estão a fazer mas pelo que se pode facilmente prever não deverão estar a ganhar muito com esta treta. Ou será que sim?
Enquanto isso, a geminada Vodafone não vai ditaduras e continua praticamente na mesma - democraticamente expõe todos os smartphones que fazem parte da sua oferta.

 

 

quinta-feira, fevereiro 23, 2012

SPAM DE 'PETIÇÃO PÚBLICA' (CONT.)

E acabam em beleza, mais uma vez acusando-me de ser eu o culpado!

"

O seu email foi retirado da Newsletter Petição Pública e não receberá mais informações neste endereço. Obrigado.

 

Para sua Informação:

 

Deu-nos autorização para o recebimento de informações e campanhas de marketing ao assinalar essa opção quando subscreveu uma Petição através do site Petição Pública no dia Jan 21 2012 10:57PM, com o IP xxxxxxxxxx.

 

Ao assinar uma Petição existe a opção de receber Informações e Campanhas através do email. Você assinalou e concordou receber.

 

A última Petição que assinou foi a «Petição Impedir a aplicação de taxas no preço dos suportes de armazenamento digital» e a sua Assinatura é a n.º  x"

Ó seus trapalhões - quando é que "Depósitos a Prazo" ou "Cartões de certa operadora" é do mesmo género de "impedir a aplicação de taxas no preço dos suportes de armazenamento"!?

Como certamente a tal operadora deve gostar do vosso incrível serviço já fiz por lhes encaminhar o email recebido assim como estas linhas que elaborei por aqui... 

 

 

SPAM DE 'PETIÇÃO PÚBLICA'

Estes gajos, pelo facto de ter aderido a uma petição pública, lembraram-se de se armarem num grande gerador de SPAM!

E com toda a lata ainda por cima, enviam-me para uma página completamente surreal quando pretendo acabar com esta treta. E a desfatez destes tipos ainda vai mais longe quando me atacam como culpado do que está a acontecer:
- "Ao assinar uma Petição existe a opção de receber Informações e Campanhas através do email, à qual você assinalou e concordou receber. Existe sempre a opção de assinar uma Petição e não receber qualquer newsletter do site."

Como é óbvio assinalei e concordei com o seguinte:
- " "Não me importo que o Petição Pública ou parceiro me contacte para campanhas ou petições do mesmo género"."

Eu sei que anda por aí uma coisa que chamam de Acordo Ortográfico que tem baralhado as ideias de muita gente mas tenho cá para mim que o "mesmo género" continua a significar o mesmo que anteriormente. Assim sendo, quem lhes permite andar a chatear-me com campanhas publicitárias que nada tem a ver com o género daquela que eu assinei!?

Tenham mas é juízo, sim?

 

domingo, fevereiro 19, 2012

MEGAUPLOAD - ALTERNATIVAS

Como certamente será do conhecimento geral um dos maiores e melhores locais para guardarem os ficheiros que lhes fazem imensa falta era Megaupload.

Ao contrário de outros, tiveram a fraca ideia de se intrometerem com a MAFIAA quando começaram a pagar aos artistas e autores o preço justo ao invés de serem chulados por aqueles que os dizem proteger. E que ninguém tenha qualquer dúvida que foi precisamente esse o real problema e nunca a simples partilha de ficheiros ou a eventual lavagem de dinheiro com que foram acusados pelo polvo "americano".

Este assunto não é de mera importância já que como todos puderam ver não são necessárias invenções do tipo ACTA/SOPA/PIPA (e outras tretas parecidas) para os EUA intervirem em qualquer parte do mundo e como de costume sem qualquer apoio judicial - ou seja, puramente acham-se que estão acima de qualquer lei tratando os seus próprios cidadãos quanto os de outros países como puro lixo. 

Assim, o que restará a quem tem o saudável acto de armazenar e/ou partilhar os seus dados importantes num local completamente independente do seu espaço fisíco preferencialmente longe, muito longe de onde param outras cópias?

Como também será do conhecimento de grande parte da população "net" existem alternativas que de imediato nos acodem à memória como, por exemplo, Rapidshare, Fileshare, Filesonic ou Mediafire mas em praticamente todas estas opções existem limitações para o utilizador que deseja ter um serviço gratuito e mesmo algumas nos serviços pagos. Por esse motivo andei "por aí" a experimentar várias alternativas gratuitas que passo a citar a que pessoalmente mais me agradou sem grande preocupação em me estender muito sobre os testes efectuados:

Wupload - sem qualquer sombra de dúvida a melhor opção mesmo que Megaupload ainda estivesse activo. Mais rápido que os demais, pelo menos por enquanto, com um simpático máximo de 2 GB por ficheiro e com espaço suficiente para guardar todos os seus vídeos ou fotos de férias/casamento/baptizado - 750 GB. Isto na versão gratuita e tal como muitos outros - pelo prazo de 30 dias.

 

Embora de espaço mais reduzido, considerei também este já que oferece sincronismo de dados:

SpiderOak - um três em um pois para além de ser uma espécie de Dropbox também é um local de partilha e de backup. Como espaço de sincronismo/partilha/arquivo tem um limite de 2 GB tamanho que poderá aumentar até 50 GB com uma boa dose de ajuda:

Com a tua ajuda aumentarei 1 GB por cada novo inscrito assim como também passarás a ter mais 1 GB, logo 3. Basta seguir esta ligação.

Um dos principais motivos para aqui colocar esta opção deve-se essencialmente ao facto de privilegiarem a protecção de privacidade oferecida. 

 

NOTA FINAL: Infelizmente, a grande maioria das opções que oferecem sincronismo de dados não tem em consideração os utilizadores de Linux, embora algumas tenham afirmado que estará para breve, e como tal não as considerei.

terça-feira, fevereiro 14, 2012

VERDADES NUAS E CRUAS

"I think we all, as artists, because we're highly sensitive people, and this machine around us, this so-called 'music industry,' is such a demonic thing. It's sacrifices people's lives and their essences at the drop of a dime...I had a manager once say to me, ' You know you're worth more money dead than alive.'"

Chaka Khan

Roubado daqui. (a brigada do reumático que me processe...)

 

domingo, fevereiro 12, 2012

A GRANDE MENTIRA (CONTINUAÇÃO 1)

Hoje vou continuar na análise do documento que lembro a todos - foi aprovado por unanimidade!

3 - Ou seja, os tais partidos que dizem ser os santos protectores dos interesses do povo simplesmente marimbaram-se para isso e acabaram por alinhar com esta desprezível afronta à dignidade do povo português e foram, são e, caso tal porcaria seja aprovada, coniventes com a inconstitucional medida presente neste documento que simplesmente separa os portugueses por três classes.

Não seria necessário estudar muito este documento, apesar de estarem lá precisamente para isso, para chegar à conclusão do seguinte:

a)  a classe abaixo de cão (sim até um cão tem direito a defesa) - 99,4%. Inimigos públicos Número 1, capazes dos mais graves crimes do mundo!
Não?
Então se qualquer réu acusado de crimes bem graves como por exemplo assassínios e pedofilia pode aguardar em liberdade apenas pela presunção de inocência o que dizer quando não existe qualquer benefício de dúvida para a enorme maioria da população portuguesa e se parte desde logo para os considerar automaticamente criminosos sem qualquer direito a defesa!?
"Paga, reles ladrão e não bufas" é exactamente a mensagem que este documento transmite.
E sabem porque?
Porque simplesmente compraram equipamentos e suportes que até podem servir para "copiar" e armazenar a propriedade intelectual alheia. Até...

 b) o informal limbo - 0,1%. Ficamos sem saber bem o que são. Como para mim os portadores de qualquer tipo de dimuinição são pessoas iguais a todas as outras, ou seja não descrimino ninguém por esse facto, não se percebe bem porquê mas as organizações que apoiam quem tem diminuição física, visual e auditiva ficaram ilibados:
- talvez de ninguém nesse ramo prevarica;
- ou são os únicos isentos de pagarem pela prática de tais hediondos crimes. 

NOTA: PARECE-ME A MIM QUE "DIMINUIÇÃO FÍSICA" JÁ ENGLOBA A VISUAL E AUDITIVA PORÉM ESTES ILUMINADOS DEVEM SABER MAIS DO QUE EU, CERTO?

NOTA ADICIONAL: NOTAVELMENTE, FICARAM DE FORA AQUELES CUJA ACTIVIDADE SEJA DE APOIO A PESSOAS PORTADORAS DE DIMINUIÇÃO MENTAL!
CERTAMENTE, ESTES TAMBÉM SÃO CRIMINOSOS SEM QUALQUER DIREITO A DEFESA...
NÃO. NÃO EXISTE AQUI TAMBÉM QUALQUER TIPO DE DISCRIMINAÇÃO OU DE SEGREGAÇÃO. ESTÁ TUDO NA MINHA IMAGINAÇÃO... 

c) os divinais - 0,5%. Só estes sabemos com toda a certeza que:
- não se apoderam da peopriedade intelectual alheia nem sequer fazem cópias daquilo que é legalmente adquiriram,
- não apoiam os portadores de qualquer qualquer tipo de diminuição;
- são portugueses de primeira água, os puros, castos, honestos, incorruptos, íntegros enfim tudo aquilo que usualmente relacionamos com qualquer figura divinal...

E para quem tem dúvidas que este documento descrimina o povo português separando-os por classes onde uns poucos são de primeira, outros poucos não sabemos bem o que são e finalmente a enormissima percentagem que são a relé/ladroagem, atente bem neste artigo:

"Artigo 6.º

Isenções

1 – Estão isentos do pagamento das compensações previstas nos artigos 3.º e 4.º os equipamentos e suportes adquiridos por pessoas colectivas, públicas ou privadas, nas seguintes condições:

(os divinais) a) Cujo objecto de actividade seja a comunicação audiovisual ou produção de fonogramas e de videogramas, exclusivamente para as suas próprias produções;

(o informal limbo) b) Cujo objecto de actividade seja o apoio a pessoas portadoras de diminuição física, visual ou auditiva."

Como é fácil de verificar, apenas um insignificante(*) número de portugueses eleitos tem direito a não serem acusados de ladrões como o restante número de portugueses que nem sequer tem direito a qualquer defesa!
E uma defesa importante poderia ser o caso de imensas empresas com servidores onde é banal estarem equipados com muitos discos rígidos de grande capacidade, já para não falar de memória e mais recentemente o uso de SSD, e onde certamente se encontrará qualquer indício de roubo de propriedade intelectual.
Outro dos exemplos que poderia dar é a completa impossibilidade de aspirarmos a termos entre nós empresas do tipo da Google com grandes centros de dados onde o número de discos e memórias é absolutamente brutal.
Isto, apenas falando nos custos já que não estou a ver grandes empresas a gostarem de serem apelidadas de criminosas sem qualquer defesa, lá porque um pequeno número de iluminados resolveu um dia inventar um diploma que uns outros (hum, como é que os hei-de apelidar sem ingressar na mesma falta de "presumível culpado" com que me querem brindar!?) *** (olhem, coloquem aqui o que lhes der na gana que eu já não tenho qualquer alternativa que não seja responder-lhes com a mesma moeda) resolveram fechar os olhos e aprovar por unanimidade algo que nem sequer deveria ter resistido uns minutos caso tivesse sido lido e suficientemente interpretado. Bem, enquanto há vida há esperança e como tal ainda confio que os restantes deputados não se deixem embalar pelas cantigas dessa meia-dúzia de portugueses que quer subjugar aos seus caprichos mais de dez milhões de provavelmente inocentes portugueses transformando-os em mais de dez milhões de criminosos sem qualquer hipótese de defesa!

E não sei se já repararam bem no mais extraordinário deste vergonhoso diploma - caso seja transformado em lei, será essa mesma lei a confirmar que o Estado português é efectivamente um dos maiores ladrões da propriedade intelectual de Portugal já que é um dos maiores compradores deste tipo de equipamentos e suportes!!!
E todos os deputados que irão votar este lei, também levarão com o mesmo rótulo quer na sua vida profissional quanto particular caso deixem passar esta afronta à sua própria dignidade, se é que ainda resiste alguma...
Lembrem-se, senhores governantes, que estão sempre a tempo de dar uma bofetada de luva branca a quem também vos culpabiliza sem qualquer possibilidade de defesa. Lembrem-se bem que a classe política já anda arrastada pela lama o suficiente para não ter ajuda externa a empurrar-vos a cabeça cada vez mais para baixo.

 

Por hoje é tudo, deixando para amanhã a "justeza" das quantias expropriadas aos portugueses perante aquilo que a SPA no seu atabalhoado comunicado à pressa apresentou como sendo inferior à média esquecendo-se que os zeros também contam, como acontece em Espanha, incrivelmente presente no Diploma e que terá escapado aos "sagazes" olhos de todos os que até disseram amén, em que o governo prometeu aquando da campanha que iria acabar com tal execrável taxa e:
- Cumpriram! (claro que tal seria inacreditável neste Portugal que tem que aguentar com dois pinóquios de seguida!)

(*) - devida homenagem - quem apoia os portadores de diminuição física, visual ou auditiva apenas é insignificante na percentagem global sendo significativamente louvável a nobre profissão que exercem.

A GRANDE MENTIRA

Com SOPA e PIPA derrotadas pelo menos por enquanto e, esperemos, acompanhadas pelo ACTA que sofreu recentemente um duro revés quando a Alemanha  não o ratificou (aqui o único problema é que o "tal" hiperestrabulástico Tratado de Lisboa parece ter servido apenas para isto e pouco mais - ou seja acabou com a regra da unanimidade) vou-me virar para aquele que me está mais próximo.

Inventado pelos habituais suspeitos do costume e promovida por uma pessoa que admirava antes de se meter nesse pantanoso lugar que alguns chamam de política, surge um dos mais graves atentados ao bolso dos portugueses sob a forma de um Projecto-Lei a que baptizaram de 118. Mas, não se pense que é apenas ao bolso já que a dignidade e honestidade do pobre e pacato cidadão se encontra ameaçado.

Não me vou debruçar sobre o assunto em si, já que outros o fizeram e continuam a fazer(1), mas sim denunciar a falácia que alguns dos pontos apresentam e mostrar que o repentino comunicado emitido por um dos principais promotores não passa de uma mera tentativa de tapar o sol com uma peneira.

É de facto o céu que mete medo a muita gente, incluindo uma célebre tribo de irredutíveis, principalmente o grande receio que o céu caia sobre as nossas cabeças e é precisamente essa a grande desculpa da jurássica indústria de entretenimento - ui, que as novas tecnologias estão a dar-nos cabo do negócio e apocalipticamente anunciam que o céu vai mesmo cair e estamos a perder imenso dinheiro e colocar em causa milhões de bocas que precisam de alimento!

Como toda a gente já viu, este é uma dos mais usados clichés quando alguém nos quer impingir algo que não queremos e que habitualmente os nossos políticos de meia-tijela engolem com enorme avidez juntando-se de imediato ao coro dos infelizes, liderado por "activistas"(2) ao serviço das editoras. Porém, esta treta toda já enjoa, e no caso da tal dotada senhora que promove esta porcaria enjoa a triplicar já que:
- deveria ter feito algo quando ocupou o poder em vez de andar a destruir uma cultura já de si debilitada. A mentira, comprovada pela quebra das promessas efectuadas, nem vale a pena referir já que se trata de uma instituição dentro dos respectivos desgovernos com que temos de viver:
- no presente momento em que não ocupa qualquer cargo de governança, deveria reconhecer a verdade e não enveredar pela conversa da banha-da-cobra.

Colocada esta nota introdutória, vamos lá aos factos:

1 - quando as poderosas firmas e respectivos grupos que os representam dizem que o negócio vai mal e que o céu nos está a cair em cima, "esquecem-se" de comprovar que assim é de facto. E o facto é que o céu não está a cair mas sim a subir. E de que maneira!
Não tendo oportunidade de recolher os factos do que se passa em Portugal devido a vários factores entre os quais essa informação ser difícil de obter por parte de um simples blogger mas se um dos principais cabecilhas se desloca a Paris de táxi gastando a módica garantia de € 4.000 é certo que deverão ter uma casa-forte à moda do Tio Patinhas e respectiva piscina...
De qualquer forma, não tendo ao meu alcance meios  para o fazer, tenho que me basear na indústria como um todo e piratear(3) um trabalho que acho notável e que certamente repararão não necessita de qualquer comentário adicional - http://www.techdirt.com/skyisrising/

2 - outra das coisas que mencionam sempre tem a ver com os coitados dos "artistas" e de como são depauperados através das novas tecnologias. Sem pretender alertar para a falácia desta generalização, de tão evidente que é, e rementendo-me para a trilha do tópico acho de facto extraordinário que estes "artistas" ainda não tenham reparado bem em quem os chupa, mastiga e deita fora. No presente "projecto" mais uma vez esses que são tão explorados irão mais uma vez sê-lo. Se, ingenuamente, julgam que os milhões provenientes deste roubo indiscriminado(4) vão direitinhos para os bolsos dos mais necessitados deixem-me dar-lhes uma enorme desilusão - de facto, grande parte do bolo vai ficar nas mãos dos habituais suspeitos conforme se pode ver pelo próprio diploma:

- 20% para uma NOVA sociedade gestora. Dizem até mas para os habitantes desta república das bananas este até nunca significa literalmente o seu significado sendo mais como todo ou ainda ooooppppsss ultrapassamos-o a grande velocidade... 

- "10% do total das receitas líquidas percebidas à realização de acções de natureza cultural ou social, de incentivo à criação cultural e à divulgação e estudo da propriedade intelectual.". Hum, estudo da propriedade cultural...

- "5% do total das receitas líquidas percebidas ao Fundo de Fomento Cultural do Ministério da Cultura, enquanto receita própria deste consignada ao pagamento do Subsídio de Mérito Cultural". Sem comentários!

- "pagamento de uma taxa correspondente a 10% do valor dos respectivos custos de funcionamento" à entidade fiscalizadora - IGAC.  Ora, ora lá vem mais um dos tais poços sem fundo. Esta entidade é paga quer pelo OE quanto pelas diversas receitas que cobra e como tal deverá ser muito difícil calcular os tais 10% caso não enveredem por qualquer número que sirva como bitola. Portanto, 10% das despesas de funcionamento que dizer exactamente quanto das verbas que foram subtraídas ao já depauperado bolso do povo português.

Sem se saber ao certo quanto do bolo será usurpado pelos 10% do IGAC e aqui sou eu que ingenuamente atira com idêntico número sabendo de antemão que esses 10% podem até significar os restantes 65% o que não seria novidade nenhuma para ninguém lá se foram 45% do bolo apenas para criar mais ruído na engrenagem e aí sim, mais uns postos de trabalho certamente muito bem remunerados, principalmente as chefias e directores. Ah!, por favor não se esqueçam de guardar uns lugares para os promotores, sim?

E aqui, fica uma pergunta - será que os "artistas" ainda não viram que aqueles que os dizem proteger são exactamente aqueles que mais os exploram e pegando neste caso será que irão continuar mudos e quietos quando taxam cidadãos automaticamente culpados por crimes que eventualmente nunca cometeram quando esse ouro vai ser distribuído por mais umas quantas mãos que não aquelas a quem se deveria destinar!?

 

Hoje fico por aqui mas haverá mais, principalmente sobre a ridícula tentativa de resposta de um dos principais envolvidos à enorme contestação que se está a gerar à volta deste assunto.

(1) - entre muitos destaco Jonasnuts e Marco Bitaites.

(2) - alguns dos quais cantam e proclamam uma coisa a fazem outra radicalmente oposta!

(3) - vá lá processem-me...

(4) - sim, partirá do princípio que somos todos culpados. Ah! e não esquecendo que aqui nem todos são culpados já que em Portugal existem cidadãos de primeira e os outros. Esperem pelo próximo post e verão por quê...

PS: como vem sendo hábito neste post não tive qualquer cuidado em alinhar-me pela palhaçada que é aquela coisa do Acordo Ortográfico e provavelmente não o terei tão cedo...

terça-feira, fevereiro 07, 2012

VITÓRIA!

Desde há alguns anos que esta saga se mantém em viva disputa e já com várias vitórias no papo, conforme já tinha postado há muito tempo atrás. 

Finalmente, acabou e o veredicto final foi a devolução de € 120 pela licença de Windows, € 800 de danos e € 1.000 para despesas legais

Como se pode registar digno de nota é que o imposto M$ realmente existe e chega mesmo a ultrapassar as taxas legais!

Mas, onde "mora" a principal novidade!?

"Mora" precisamente no facto de ter também sido fundamentado numa directiva europeia, logo possibilitando a aplicabilidade aos restantes países da CE/UE.

Portanto, quem comprar algum computador de uma qualquer marca que não ofereça a possibilidade de escolha, pelo menos sem  imposição de qualquer SO, e vos atire para as ávidas mandíbulas da M$ fica a saber que poderá desta forma obter o dinheiro que pagou por algo que não irá utilizar e mais importante ainda a liberdade de escolher aquilo que quer. E apenas falo do SO deixando de lado todo o lixo que os fabricantes lá colocam para chular os mais incautos.

segunda-feira, fevereiro 06, 2012

PROTESTO CONTRA ACTA

Toca lá a apontar o dia 11 de Fevereiro(*) como dia de luta contra tão ignóbil documento.

(*) - propositadamente com letra maiúscula no início, visto tratar-se de uma outra luta contra um outro Acordo sem qualquer razão válida de ter sido elaborado e muito menos obrigatório!

domingo, fevereiro 05, 2012

ANDROID FUD

Uma das coisas que mais se encontra por aí nos "opiniões" de certos escribas e outros que apenas papagueiam aquilo que lhes metem pelos olhos dentro é que a fragmentação no SO Android é causadora de inúmeros e fantásticos problemas. Enfim, fantasias que engole quem quisere mas que demonstra bem a capacidade de certas corporações em dominar os meios de comunicação e desta forma impingir o peixe podre como acabado de pescar.

Porém, de vez em quando aparece alguém que não acreditando em gambuzinos se digna em verificar a realidade através de factos e não de teorias engendradas na secção religiosa dessas mega-corporações. E, assim sendo, o que a realidade mostra é que NÃO, de modo algum!

 

Ou seja, um dos visados que apenas fabrica 4 tipos de terminais ainda por cima de seu fabrico exclusivo, com o seu próprio Sistema Operativo completamente proprietário e fechado e com operadores seleccionados não deixa de estar muito próximo de Android um sistema completamente aberto que hoje em dia se adapta a quase tudo, com imensas versões, espalhado por centenas (milhares?) de terminais, de fabricantes diferentes em que alguns reinventam a roda a seu gosto e imensos operadores que também o moldam a seu gosto.

Em resumo, caros colegas que de vez em quando mandam bocas acerca deste assunto pensem bem antes de o fazer e lembrem-se sempre deste estudo de forma a equilibrar as coisas e acabar com a enorme "guerra termonuclear" de FUD que assola o universo Android. Caso escolham a espalhar a metira, bem é essa a vossa opção. Provavelmente rende mais do que espalhar a realidade, não?

Nota 1 - Android é claramente líder do mercado arrasando completamente, em apenas dois anos, tudo e todos e para além das versões originais, oficiais e de operadores conta ainda com imensas versões da comunidade;

Nota 2 - é pena não existirem números para um outro que confunde tijolos com janelas. Aí sim, seria imensamente interessante analisar mas se partisse para o mundo das "bocas" sem qualquer fundamentação - ui, ui...

sábado, fevereiro 04, 2012

PORQUE ASSINEI A ACTA

Este, tal como centenas de bot's que por lá andam, apenas assinou a legalização da censura (vulgo ACTA) porque sim.

Porque mandaram assinar.

Sem ler.

Porque faz parte do trabalho dele.

Sim, pois. Na verdade, porque é apenas um reles pau-mandado, sem qualquer personalidade, capacidade de raciocínio, sem liberdade de expressão - em suma um escravo muitíssimo bem pago.

Pode haver quem tenha pena deste "embaixador" mas eu de certeza não serei. Se tem problemas de consciência, o problema é dele e ainda pode ir a tempo de combater a merda que fez! 

PS: apesar de se saber que a senzala portuguesa vai obedecer cegamente aos seus donos não deixem de lhes mostrarem o vosso descontentamento. Extraordinariamente, lá pelo meio das brumas alguma centelha poderá aparecer embora me custe a acreditar quando vi uma comissão a assinar por unanimidade uma tacha que nos querem impôr.

quinta-feira, fevereiro 02, 2012

TAMBÉM EM FRANÇA NÃO VÊM UM BOI À FRENTE DOS...

Andam por aí a acontecer coisas muito estranhas, desde o secreto acordo ACTA, os já mais que falados SOPA e PIPA, um dejecto que se está a tornar popular em terras lusas e mais uns quantos dos quais a grande novidade é o (filho da ACTA) TPP!

Espero ter tempo para me debruçar um pouco sobre o assunto e postar algo sobre estas tentativas de governar a internet e da cegueira que alguns dos seus personagens sofrem, certamente com dúbios interesses por trás como se pode ver pela reacção da MAFIAA às suas tentativas falhadas, mas para já um outro assunto clamou pela minha atenção o qual mais uma vez vem provar que alguns sectores da sociedade, e respectivos poderes, ainda não saíram do período jurássico.

Desta vez, tem a ver com um tribunal francês, uma empresa de cartografia e Google numa acção em que a empresa de cartografia argumentou que Google lhes arruinou o negócio através de práticas anti-competitivas ao OFERECER MAPAS DE BORLA!

Como de França se pode esperar tudo, inclusivé um meia-leca armado em Napoleão ser eleito presidente, esta notícia não deveria chamar a atenção mas de facto chama e muito:
- apenas uma firma de cartografia que leva logo um bolo de meio milhão de euros; (como toda a gente sabe estas empresas cobravam quanto queriam...)
- apenas Google foi indiciado; (ui, a meio milhão por empresa e com outros para chular este deverá ser o negócio do século. Vou já a correr ver se existe alguma por cá que esteja mal...) 
- claramente existe por aqui uma grande confusão que apenas pode ter um de dois significados - ou a lei está mal ou o juíz não vê um boi à frente dos (ponham aqui o que mais vos convier...).

Portanto meus caros nunca ofereçam nada na internet nem mesmo as vossas opiniões sob pena de aparecer por aí algum parasita a convidar-vos a senter na cadeira do réu.

terça-feira, janeiro 31, 2012

RIDÍCULO!

Até onde pode ir a estupidez daqueles que acham que os seus direitos são impagáveis, principalmente numa altura em que todo o mundo é avassalado com tentativas de imposição de leis parvas por parte dos tubarões da indústria e de corporações que dizem representar os interesses dos autores com a desagradável conivência do poder político, principalmente de uma certa senhora que até há pouco tempo respeitava e admirava.

Calculem a seguinte situação:

- são assinantes de um jornal e trabalham numa determinada empresa. De repente, acham piada a uma notícia e decidem enviar por e-mail para todos os colegas. Nada de fantasioso e decerto extremamente comum nos tempos actuais, certo?

pois, então tenham cuidado muito cuidado com este tipo de prácticas já que poderão ser alvo de um processo de DEZANOVE MILHÕES E QUINHENTOS MIL USD!
Pode parecer inacreditável mas é mais comum do que à primeira vista possa parecer (existem muitos mais casos alguns dos quais irei eventualmente trazer para esta tasca) e como é lógico ponho-me a pensar que se todos comprassem a folha-de-couve aquele meio de comunicação os gajos estariam ricos ou posto de outro modo não estariam mais pobres em cerca de, oooppppsss, quanto!?

Anda para aí muita movimentação desde a SOPA, PIPA, ACTA até ao já célebre dejecto 118 cujos autores se negam a mostrar a verdadeira face do problema e eventualmente negar que este tipo de situações possam vir a ocorrer caso a cobardia dos eleitos para cuidar dos nossos interesses e não de uma jurássica indústria profundamente decadente, ultrapassada e completamente enganada quanto aquilo que os seus clientes verdadeiramente querem!

sábado, janeiro 28, 2012

ERRO DE SISTEMA

"This website has been reported as unsafe www.dropbox.com

We recommend that you do not continue to this website."

 

Com os amáveis cumprimentos dos suspeitos do costume...

 

Nota adicional: Dropbox tem os seus serviços na rival Amazon...

quinta-feira, janeiro 26, 2012

WOW - THERMONUCLEAR WAR!!!

Eben Upton fundador de Raspbery Pi(*) afirma que este "computador" de $25 e $35, inevitavelmente correndo Linux,  tem uma maior performance gráfica do que o iPhone4!

O DOBRO!

Se St. Jobs fosse vivo já estaria a gritar "Thermonuclear War" para a enorme equipa de advogados.

Mas, não se pense que o iPhone está sozinho - mesmo o processador Nvidia Tegra 2 fica para trás!

Só de pensar que Portugal gastou mais de um milhar de milhão com uma porcaria que nem merece ver o nome mencionado dos quais hoje em dia não se vê praticamente nenhum quando o poderiam ter feito com uma pequena fracção desse valor(**)...

Ainda por cima com a maioria desse dinheiro a ir parar às mãos do duopólio Wintel ao invés de colocar a nossa genialidade em prol do país.

 

(*) tenho acompanhado o percurso não diria desde o princípio mas já há algum tempo e fiquei deveras admirado quando o vi a correr XBMC.

(**) a Índia, que não cedeu a pressões nem da OLPC nem do duo Classmate PC,  já tem em produção o tablet cujo preço final se cifrará em cerca de $35 a $45. Também desenvolvido dentro do país e inevitavelmente - Linux!

 

segunda-feira, janeiro 23, 2012

DO QUE A MAFIAA É CAPAZ!!

Não só a MAFIAA como os seus compadres IFTI!

Claro que por cá, também há muita gente que canta no mesmo coro - "VALE TUDO"

Durante a semana antecedente, constou pela "rede" que existiria um estudo elaborado sobre a lei do meia-leca-armado-em-Napoleão em que o resultado é uma fantástica viragem para os meios legais dos compradores de música ou seja, após a tal Hadopi os franceses deixaram-se de piratarias e passaram a consumir produtos legais.

É lógico que este assunto interessa a todos e principalmente aqueles que "mandam" de forma a retirarem daí as suas ilacções e proceder em conformidade. Desta forma, achei por conveniente não julgar antecipadamente esse tal "estudo" já que não o tinha lido nem tampouco analisado o seu teor, ou teorias como convier.

Finalmente hoje foi publicado esse tal de "estudo" (aqui em formato pdf) e o que notei logo no princípio foi - "While this research was undertaken independently, the IFPI has compensated Danaher for his time to present the results of this study to the IFPI". Portanto, fiquei desde logo alarmado acerca da total isenção desse tal "estudo" mas deixa lá ver no que isto vai dar. Para além desse "pequeno" pormenor existem outros que também são importantes para alarmar ainda mais o leitor, neste caso moi, tais como:
-  "we obtained a panel of iTunes sales data from the four major music labels (Universal Music, Warner Music, EMI Music and Sony Music)";
-  "Global recorded music sales and licensing have plunged from nearly $27 billion US dollars in 2000 to $15 billion in 2010," - Nota: dados fornecidos pelo IFTI!

Apenas citei estes dois já que mais para a frente aparecerão outros que irão complicar ainda mais a vida destes estudiosos que munidos de contas e números que a mim não me dizem nada mas penso que em teoria estarão correctos segundo a sua óptica chegaram à brilhante (assuming) conclusão - iTunes aumentou (assuming) cerca de € 14 milhões mais (assuming) em França do que o resto do perfil (os cinco países nomeados). 
E então qual a conclusão que tiraram!?
A conclusão que estes cientistas com a cabeça-enfiada-no-cú tiraram foi que a lei Hadopi tinha dado um enorme resultado!
Claro que deu, mas apenas para alguns, ou melhor - para os mesmos. (assuming)
E então onde pára o erro?
Na realidade, a prática destrói a teoria!
E é muito fácil de entender onde mora o erro, como por exemplo:
- "As noted above, a limitation of our study is that we only observe data for one industry (music), in one channel (iTunes). As such, our study likely understates the true sales impact of HADOPI. Within the music industry, physical CD sales are still a large component of music industry revenues; and while data limitations prevented us from considering the effect of HADOPI on CD sales, these sales may have also have benefitted from HADOPI (as other academic studies have shown that filesharing displaces physical CD sales)."
Eis que se faz luz!
Pois, como eles certamente saberão, assim como quem encomendou este fato feito à medida, na realidade o mercado francês tem uma disparidade de cerca de 4 contra 1 em Setembro de 2010 versus 3 contra 1 em Setembro de 2011!
A favor do "físico"!!!
E atentando nos números de outra entidade oficial, entre Setembro de 2010 e Setembro de 2011, pode-se dizer que a montanha pariu um rato:
- realmente as vendas através da net subiram cerca de 22,7 % o que não anda muito longe dos resultados globais assumidos pelos "estudiosos" através de complicadas conjecturas só que esta percentagem se tratou da diferença face ao restante painel.
Ora, (agora sou eu quem assume) se os restantes meses analisados tiveram a mesma tendência os cinco países que fizeram parte do painel comparativo tiveram um "crescimento" nulo ou negativo durante o mesmo período o que é certamente intrigante dado o crescimento do mercado de iApple se traduzir em números de dois dígitos bem abonados em praticamente toda a Europa!
Eu escrevi intrigante!?
Queiram desculpar pelo lapso e colocar de outra forma - inacreditável!!
Ok., estes gajos até podem ter razão neste aspecto e neste momento não consegui obter mais dados acerca dos vários países em questão mas, por enquanto, uma "pequena" coisa falhou (ou existiu mesmo todo o intere$$e em ocultar!?) e essa deverá ser alvo de profunda análise já que contraria todo o bla-blá-blá de encomenda:
- é que o mercado "físico" perdeu 12,2%!
Até pode parecer pouco mas o mais incrível é que esses 12,2% representam uma perda de € 33,7 milhões!!
E isto, recorrendo a documentos "oficiais" ao dispôr de todos contrariamente aos dados (propositadamente?) omitidos no "estudo"!
E é neste ponto que todas as entidades oficiais desejosas de implementar uma medida semelhante se devem focar - a lei Hadopi não serviu para nada e não são "estudos" encomendados pelos habituais suspeitos que irão contrariar a realidade simples, nua e crua.
Mas, os governantes não devem ficar por aqui e ir um pouco mais longe. E ir mais longe obriga a algumas interrogações tais como:
- quanto custou a implementação desta medida?
Resposta: até agora € 11 milhões. Para este ano de 2012 foi solicitada uma verba de cerca de 15 milhões e concedida 13,5. (atenção que estes números carecem de comprovação já que foram retirados de diversas fontes sem credibilidade "oficial")
- quanto desse tal lucro proclamado pelos táxi-"estudiosos" reverteu a favor do estado francês!?
Resposta: tenho quase a certeza de ter sido muito pouco, senão nenhum.
Conclusão:
- este estudo-completamente-ausente-de isenção apenas vem comprovar o retumbante falhanço que foi a implementação de uma lei restrictiva. Apenas traduz o desespero de uma certa indústria em comprovar aquilo que não pode ser comprovado. 
Apelo: 
- Srs. governantes, antes de engolirem a pílula dourada desta indústria, façam os vossos próprios (isentos) estudos que chegarão exactamente à conclusão de que não vale a pena gastar € 25 milhões para chegarem à mais que óbvia conclusão!
PS: facilmente chegarão a uma outra conclusão - o dono desta tasca está-se a marimbar para o "Acordo"...