sexta-feira, outubro 12, 2007

SCO 2?

Uma companhia (patent troll) com o nome de IP Innovation LLC, numa estranha coincidência, resolveu accionar um processo de violação de patentes contra a Red Hat e Novell.

A estranha coincidência prende-se com o facto de este processo ter surgido uns meros dias após os arrotos de Steve Boca Grande Ballmer.

Esta empresa já tinha usado o mesmo estratagema contra a Apple em Abril de 2007 tendo as duas chegado a acordo sem contudo nada deste acordo transparecer para o exterior.

Declaradamente não percebo patavina de patentes mas lendo o texto desta parece-me que este esquema de múltiplas "janelas" já existia muito antes de 1991. Pelo menos o esquema parece-me parecido com o CICS dos sistemas da IBM...
Aliás,esta patente pertence à XEROX...


Mas o mais incrível é que as coincidências não acabam por aqui se atentarmos que esta firma é uma subsidiária da Acacia.

E então, o que é que aconteceu com a Acacia muito recentemente?
1. Em Julho de 2007, Jonathan Taub é nomeado vice-presidente.

Nota muito importante: Jonathan Taub vem da M$ onde ocupava o cargo de Director, Strategic Alliances for the Mobile and Embedded Devices (MED) desde 2004. Anteriormente, ocupou o cargo de Business Development Manager for Microsoft's Security Business Unit desde 2002 até 2004.

Não quer dizer nada, pois não?
Então o que dizer desta?

2. Brad Brunell é nomeado Senior Vice President. No dia 1 de Outubro de 2007, Brad Brunell vem da M$ após uma carreira de 16 anos onde ocupou vários cargos. Mas será melhor ler este texto para melhor compreensão do papel deste personagem:

"Mr. Brunell joins Acacia from Microsoft, where during his 16 year career he held a number of management positions, including General Manager, Intellectual Property Licensing.

Acacia Chairman & CEO, Paul Ryan commented "Mr. Brunell is a great addition to our management team. His business strategy, licensing and intellectual property experience will be extremely valuable as we continue to build our leadership position in technology licensing."

Mr. Brunell, as General Manager, Intellectual Property Licensing, was responsible for inbound and outbound patent licensing. He created and managed a team of negotiation, financial and legal experts which developed outbound intellectual property licensing programs and brought in intellectual property via acquisitions, strategic partnerships and licensing.

Previously as a Senior Director he was in a strategy role focusing on digital media adoption which included key deals with Time Warner and the Walt Disney Company, leading the negotiating team for the settlement of the Intertrust patent litigation, and putting together the Content Guard ownership structure between Microsoft, Time Warner and Thomson. He also served on the board of Content Guard, a digital rights management patent licensing company.

His earlier career responsibilities as a Group Manager included managing business groups responsible for Microsoft's Digital Rights Management technologies in the Windows client product group and business development for Core Audio/Video technologies within the Windows platform. Most recently he was a General Manager focused on incubation of new products and services."

Coincidência, ou talvez não?

Para finalizar falta aparecer alguma outra coincidência ao estilo SCO, ou seja, aparecer alguma empresa do grupo M$ a despejar milhões de $$$ na Acacia ou na IP Innovation LLC por uma qualquer desconhecida razão...

Esperemos pelos próximos episódios desta ignóbil manobra do senil Boca Grande.

Toda a notícia em Groklaw.

3 comentários:

Bruno Miguel disse...

Isto parece-me que é só para mostrar que o software livre, principalmente a Red Hat, pode ser processado. A Novell está incluída para mostrar que quem paga protecção à Microsoft se safa. Mas isto é apenas a minha opinião.

Amarino disse...

Talvez, pá. Talvez. :D

victoruas disse...

A M$ está tentando é minar as empresas de Linux que têm versões profissionais e com bom suporte para servidores á venda, pois essas é que realmente lhe fazem concorrência directa, e não as versões para o utilizador doméstico. E que eu saiba quem tem SO's com versões PRO são a Novel e a Red Hat, se a M$ controlar estas empresas tb vai acabar controlando o Linux, não as distros de rua mas as profissionais que são aquelas que dão dinheiro.