quinta-feira, dezembro 06, 2007

CNR

Recebi há poucos dias um e-mail acerca deste "instalador automático" que quer ser universal. Como também já aqui postei esta coisa não me inspira confiança nenhuma.

Michael Robertson é o homem das golpadas. Anunciou o Lindows que seria um SO que correira todas as aplicações de Linux e do Windows. Conseguiu enganar muita boa gente e tudo não passou afinal de um grande engodo para arranjar uma boa maquia. Andou ali uns anos, mostrou uns screenshots do Lindows que pareciam correr as aplicações Windows+Linux e quando saiu não passava de uma simples distribuição Linux e com a grande desfaçatez de querer cobrar por aquela porcaria.
Entretanto começou uma guerra com a MicroHard por causa do nome. Confundia-se com a outra coisa. Por acaso é muito parecido...
Lá conseguiu sacar uma boa maquia e "vendeu" o nome Lindows.
Entretanto sai cá para fora com o Linspire. Mais um bom pedaço de porcaria e novamente a cobrar.
Claro que, e apesar do paleio do artista, aquela coisa era e é uma grande bosta e lá está o homem sem dinheiro. E o que é que faz?
Um pacto com a M$. Se tudo cheirava mal a partir daqui o cheiro tornou-se fétido!
Pelo menos eu não acredito que depois de ter estado em litígio com a M$ e de lhe cobrar uns valentes trocos esta lhe tenha aberto as portas de par em par. Serei só eu a não acreditar nesta tanga?
Recentemente algo brilhou naquela cabeça enganadora e passa a facultar o Linspire de forma livre(?) sob a forma do Freespire. Ui, tantos seguidores. São aos milhões!
Depois tem a "excelente" ideia de criar uma aplicação, CNR, que seria o instalador universal para qualquer distribuição.
Grande treta, pensei logo de seguida, mas deixa lá ver como é que isto funciona...
Lá me tornei "sócio" e começo a dar umas voltas naquilo. Pouco mais de nada e assim foi durante mais de um ano. Parado, paradinho!
De repente, qual Fénix renascida, volta ao ataque. Por enquanto, e para sempre, apenas para o Ubuntu...
Não acham esta merda suspeita?

Eu acho. Este gajo tenta tudo para conseguir sacar uns trocos e não me admiraria nada que daqui a uns tempos esteja para aí alguém a ladrar que o Linux viola centenas de patentes. É que é muita colagem aos Redmónios.

Pessoal do Ubuntu e alikes - neste momento tudo o que precisam enncontra-se dentro da própria distribuição. Mantenham-se fiéis aos repositórios oficiais e não oficiais desde que tenham absoluta confiança.

Como diz o meu planetário companheiro Marco Silva no blog § formatds.org, nunca confiem numa aplicação que instala/remove/ actualiza um SO qualquer sem pedir a password do utilizador.
Isto é tal e qual aquilo que a super imperialista faz. O método é exactamente o mesmo pelo que considero esta coisa como um autêntico Cavalo de Tróia!

Prezem a vossa segurança acima de tudo e não se deixem enganar por aqueles que prometem tudo e mais alguma coisa e apenas produzem vapourware. E lá vão pousando e zumbindo de monte em monte e sacando mais umas massas para não irem ao fundo.
Caso duvidem queiram investigar a vida de Michael Robertson.
Há mais de 5 anos que o vejo a prometer e prometer e nada. De certeza que não irá ser desta!
Então quem pode acreditar num gajo destes?
Apetece-me fazer um abaixo assinado do tipo "mostra lá as patentes" mas do tipo:
-Michael mostra lá o teu SO que roda todos os programas para Windows
Enquanto tal não acontecer, reservo-me ao direito de duvidar de tudo quanto sai da cabeça deste gajo.

6 comentários:

Bruno Miguel disse...

Isso de pedir a pass root uma vez e guardá-la é à lá Windows. Isto só mostra como ele está aplicado em criar um clone dos sistemas da microsoft. xD

Vítor Rodrigues disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vítor Rodrigues disse...

O incrível é como é que ainda acreditam nos "programas" por ele criados!!

CresceNet disse...

Oi, achei seu blog pelo google está bem interessante gostei desse post. Gostaria de falar sobre o CresceNet. O CresceNet é um provedor de internet discada que remunera seus usuários pelo tempo conectado. Exatamente isso que você leu, estão pagando para você conectar. O provedor paga 20 centavos por hora de conexão discada com ligação local para mais de 2100 cidades do Brasil. O CresceNet tem um acelerador de conexão, que deixa sua conexão até 10 vezes mais rápida. Quem utiliza banda larga pode lucrar também, basta se cadastrar no CresceNet e quando for dormir conectar por discada, é possível pagar a ADSL só com o dinheiro da discada. Nos horários de minuto único o gasto com telefone é mínimo e a remuneração do CresceNet generosa. Se você quiser linkar o Cresce.Net(www.provedorcrescenet.com) no seu blog eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. If is possible add the CresceNet(www.provedorcrescenet.com) in your blogroll, I thank. Good bye friend.

jocaferro disse...

Boa questão Vítor.
E ainda há pessoal que o financia nos mirabolantes projectos.

@braço.

jocaferro disse...

Oi, cresce.
Man, tenho tanta pena de não morar no Brasil!

bye bye friend