segunda-feira, agosto 13, 2007

NÃO AO OOXML (CONT.)

Mais um que se enganou no sentido de voto.
Os EUA votaram NÃO!

Um dos votos mais interessantes foi o proveniente do "Department of Defense" que justificou a negativa desta forma:
"1) Binary information in the standard that would lead to security concerns.
2) The referencing of unexplained backward compatibility modes that might pose a problem for third party implementers.
3) The use of proprietary file formats within the open standard appear[s] to cause potential intellectual property ownership concerns."

Ora, como por cá parece que muita gente não percebe patavina da língua inglesa, agravado pelo facto de fazer parte de uma qualquer comissão TÉCNICA, dá para perceber o voto SIM em Portugal, especialmente, o das autarquias portuguesas!

Assim, peço humildemente aos países que ainda não se pronunciaram o favor de alinharem com Portugal de forma aos portugueses não presenciarem o cada vez maior isolamento deste país à beira-mar plantado. Para isso apenas tem que fazer o seguinte:
1. Nomearem um dos vários elementos da M$ que pertencem à comissão como presidente;
2. Ponham esse presidente e amigos a boicotar a SUN e a IBM e aceitem vereadores do saneamento básico como membros duma comissão TÉCNICA;
3. Boicotem todos as intervenções dos amigos do NÃO;
4. Ponham um dos assalariados da M$ a ladrar no seu blog acerca da retumbante vitória obtida em Portugal, assim um pouco à laia do Apito Dourado;
5. Não liguem a nada do que se escreve acerca da porcaria que é este formato e apenas levem para cima da mesa todos os artigos a favor, especialmente, os dos empregaditos da M$ e os pagos a peso de ouro;
6. Finalmente, acreditem piamente na ECMA, essa tal entidade isenta de todos os pecados, mesmo o original.

Viva Portugal!

Fonte: Ars Technica e the Inquirer.

PS: Num país onde a corrupção é uma das mais altas do mundo estavam à espera de quê?

6 comentários:

Cafonso disse...

Embora concorde que Portugal e a Comissão Técnica actuaram de forma no mínimo leviana, não me parece correcto afirmar que Portugal é um dos países com mais corrupção a menos que estar entre os 30 menos corruptos (há mais de 170 estados analisados pelas Nações Unidas) seja mau (isto é só o tema lateral do seu bit.a(i)te.

Quando um standard proposto tem mais de 6000 páginas, o seu proponente ao fim de um ano não conseguiu implementá-lo (no MAC) e quando tem tantos aspectos de verdadeira caixa negra não parece ser suficientemente seguro aceitar a sua proposição.

Quanto às questões de propriedade dos documentos nesse formato já o estado do Massachussets tinha indicado as várias falhas. Quando há formatos binários não definidos no standard quando (e é só uma questão de tempo) chegarem ao fim os dias da MS os estados ficaram presos à sua estupidez na aceitação deste (pseudo)standard.

Os militares então iriam adorar não poder aceder a informação por si gerada...

Amarino disse...

O meu blog mudou-se para

http://www.blogzinho.pt.vu

Deixei oficialmente de pagar a merda do servidor. Bye bye!

jocaferro disse...

@cafonso:
Apesar dos números oficiais não colocarem Portugal como um dos países mais corruptos do Mundo se levantarmos a questão ao povo português iremos, por certo, obter uma resposta exactamente no sentido inverso.
Toda a gente sabe de algum caso de corrupção, local ou nacional, só que esses números ainda não se encontram estatisticamente contabilizados.
Já na altura dei razão ao Sr. ex-Ministro que pôs o dedo na ferida e cada vez mais fico ciente desta realidade.

Isto para não falar na grande embrulhada do diploma do Sr. 1º Ministro ou seja do Sr. Sócrates.

@braço.

jocaferro disse...

@marino:
Quando é que acabas de mudar de poiso?
Vem mas é para o meu servidor que eu pago-te o teu domínio. Tenho 50 GB para te oferecer. Chega?

bjs do pai que te adora.

Cafonso disse...

Os números das Nações Unidas são recolhidos de várias fontes (não só as oficiais). Claro que preferia que estivéssemos a comparar Portugal com algum país nórdico. No entanto estarmos a ser comparados, por exemplo em responsabilização com: Bélgica (93), Andorra (92)(ambos atrás de nós e Andorra é bem mais pequeno) Portugal (94) ou em Controlo de corrupção Portugal (84), Malta (82), Japão (85), Andorra (89). Para controlo de algo melhor teriamos Noruega: 99 na primeira característica assinalada e 97 na segunda ou Dinamarca com valores semelhantes ou piores (mas não os piores de todos Nicaragua 37, 45, Panamá 62, 60, Uruguai 77, 74.
Fazer um inquérito demasiado simples conduziria a um enviesamento dos resultados.

Há alguns anos uma irmã minha fez um inquérito à utilização de papel higiénico. Éramos o povo com o rabinho mais limpo do mundo e dos arredores. O problema era quando se extrapolava da amostra para a totalidade da população algo não batia bem, o consumo era superior à produção + a importação - a exportação do mesmo e numa quantidade que me lembro ser da ordem dos 40%.

O saber das multidões tem algo que se lhe diga. Mas como dizia esta coisa da corrupção era algo lateral (julgo) da tua entrada no tem diário e quanto à questão principal estou completamente de acordo contigo. A forma como foi criada a Comissão Técnica deixa muito (mesmo muito) a desejar.

jocaferro disse...

Certo. A corrupção era "algo" lateral ao tema principal muito embora não tenha compreendido muito bem o porquê da inclusão das duas autarquias em detrimento da SUN e IBM, se pensarmos numa comissão técnica.
Segundo consta o membro de uma autarquia, votou SIM através da ideia que "todos os documentos que possuimos autarquia são os da M$ e não os vamos mudar agora". Enfim!

Como não acredito que estas coisas sejam de borla, talvez fosse bom seguir algumas possíveis "doações", ou qualquer outra coisa parecida, a estas duas autarquias.
A seguir com muita atenção...

@braço

PS: Adorei o inquérito ao papel higiénico.