quinta-feira, junho 14, 2007

TTRRIIMM... TTRRIIMM...

Ontem telefonou-me uma amiga, ex-companheira de trabalho, e logo depois dos olás iniciais eis que me pergunta se eu sabia quem estava a falar. Obviamente que sabia mas respondi logo de imediato que não sabia. Depois de mais umas insistências lá acabei por dizer:
- "Ouve, parece-me que sei quem fala mas não posso dizer porque posso ser alvo de uma acção judicial por parte da M$, por quebra de patentes"

Claro que, para ela, o que eu estava a dizer era chinês mas aconselhei-a a ir à net dar uma vista (aaarrrggghhh...) de olhos a esta patente.

Assunto arrumado!
Fica avisado. Da próxima vez que reconhecer alguma voz ao telefone o seu cérebro poderá ser alvo de uma acção judicial por quebra de patentes.

Fonte: theINQUIRER

2 comentários:

Francisco Costa disse...

Isto depende do S.O. que estiveres a usar no teu cérebro.
Usa um cérebro Open Source e se calhar já te safas.

Cafonso disse...

O José Azevedo, essa desculpa ainda não conhecia, tenho uma prima que não me telefonava há uns 20 anitos, agora devido a razões de doença com alguns familiares liga-me de 2 em dois dias e faz sempre essa pergunta (se sei quem está a ligar - já agora eu tenho identificação do chamador na linha fixa) não sabia nenhuma desculpa tão boa para lhe desligar o telefone na cara, porreiro mesmo o que necessitava.