segunda-feira, setembro 24, 2007

COMPUTADORES SEM SOFTWARE NA UE

Globalisation Institute publicou um relatório em que "avisa" a UE que o software, leia-se produtos da M$, não deveriam vir incluídos nos computadores.
Segundo eles, a inclusão desse software não tem interesse público, tem "arrasado" a competição (leal...), tem atrasado a inovação técnica e impedido que qualquer alternativa possa vingar no mercado.

Nada de nova, mas já começam a ser passos significativos em prol da liberdade.

Espero que vingue.

1 comentário:

Marco disse...

Essa é que era uma medida acertada.

Os computadores passavam a ser mais baratos e teria que haver mais preocupação no desenvolvimento de drivers para linux e a microsoft teria que baixar os preços para se manter competitiva.

Either way, mais pessoas a utilizar standards abertos = maior motivação para fazer mais e melhor.