domingo, setembro 02, 2007

OOXML - MAIS NOVIDADES

Noruega e Dinamarca irão votar "Não com comentários".

Estes dois países decidiram por este voto devido aos pormenores demasiadamente técnicos que gostariam de ver corrigidos e simplificados antes de aprovarem este formato como ISO.
Enquanto a Noruega emitiu este pequeno documento com "apenas 5 páginas" a Dinamarca lá conseguiu descobrir 64 páginas de comentários.

Convém não esquecer que por cá, com a vinda do guru extra-especial de corrida importado directamente de Redmondia, o Sr. Presidente da Comissão M$, ele próprio um empregadito qualquer da M$!!!, e demais lacaios não conseguiram ver nada à frente dos olhos!

Portugal está a conseguir, mais uma vez, provar porque é que é um dos países mais corruptos do Mundo apesar das estatísticas não serem assim tão desfavoráveis. Ainda criticaram o Sr. ex-Ministro, que foi o único a ter tomates para denunciar a podridão que grassa neste país.

Cada vez tenho mais vergonha embora já saiba de antemão que não adianta nada para aqueles que já a perderam há muito.

2 comentários:

Cafonso disse...

Já se tinha percebido que algumas das companhias que votaram a favor do OOXML nunca irão tratar de implementar nada em que necessitem de mexer nesse formato a não ser usando ferramentas proprietárias da microsoft.

É razoável que alguém (digasse empresas) que dependam tecnologicamente de terceiros nem seja necessário que esse alguém vá para a frente e suporte as consequências.

Ontém no Barcamp percebi duas coisas que se está a malhar em ferro frio, a nossa dependência (estado com uma série de acordos com a MS e todos os parceiros da MSTF) é tão grande que o voto de Portugal dificilmente poderia ser diferente do que foi.

Tenho que admitir que gostei de ver a candura de um dos responsáveis da Safira ao admitir que a sua empresa tinha sido uma das votantes favoráveis.

Demonstra pelo menos uma coisa que não cospe na sopa que lhe dão para comer.

Já não gostei tanto que haver alguém, não fixei o nome, que parecia querer entrar em polémica mal educada. Coitadinhos de nós que as multinacionais nos invadem (claro que há uma multinacionais melhores que as outras).

Já agora a Safira trabalha com tecnologia .net e google.

Cafonso disse...

Esqueci-me no meu anterior comentário só dizer que não sou favorável à adopção do ooxml como ISO por razões técnicas. Acho que se alguém experimentar implementar aquilo vai tem grandes dores de cabeça.

A experiência de numa folha de cáculo mudar o tipo de conteúdo de uma célula com uma fórmula relativa para um contúdo literal é absolutamente dantesca.