terça-feira, setembro 04, 2007

LOOK AT THIS NO TO OOXML

Em Inglaterra foi formada uma comissão técnica para avaliar a adopção do OOXML como standard ISO.
Andou 7 meses (!) em discussão, muito rigorosa, e acabaram com centenas de comentários a esta proposta:

“The comments were collated after several months of technical review by industry experts.

(…)

In the UK, a technical panel comprising large and small companies, public sector organisations, user groups, academia and government, was specially created to review ISO/IEC DIS 29500 OOXML. It identified a number of technical issues in the document which need to be addressed before the UK can approve ISO/IEC DIS 29500 OOXML as an International Standard.

Mike Low, Director of BSI British Standards, said, “BSI has led a rigorous review process on ISO/IEC DIS 29500 OOXML in the UK, considering hundreds of comments on the draft standard.”

Realmente existem algumas diferenças entre o português e o inglês. Neste preciso caso saliento "experts", "technical panel", "rigorous" e "hundreds". O Comité M$ não conhecia estes termos pelo que lhes terá escapado o cerne da questão.
Ou será que o "cerne da questão" estava noutro lado?

4 comentários:

kincas disse...

M$ convoca novos "membros"?

http://www.theinquirer.net/default.aspx?article=42106

jocaferro disse...

É.
As contas andam baralhadas com estes novos 11, especialmente derivado do facto que ninguém sabe qual o sentido de voto deles.
Até ao momento estão cegos, surdos e mudos...

Entretanto as coisas estão-se a compor. Vamos ver o veredicto final.

@braço.

Cafonso disse...

O José não podia estar à espera que em portugal fizessem uma análise técnica. 6000 folhas é muita folha para ler e não é possível fazer uma análise técnica em meia dúzia de dias.

Em portugal só se pode fazer algo do género, dependo da MS o meu voto é favorável, não dependo posso pensar por mim e achar que devo fazer comentários ou não.

O resto é simplesmente paisagem.

Seria interessante ver o que é que as forças armadas acham de não poderem cifrar um documento em ooxml e depois poderem abrir o mesmo com uma ferramenta que não seja de proveniência ms

jocaferro disse...

@Carlos Afonso:
Apesar de não ser possível ler as 6.000 páginas, o porquê das 6.000 é mais uma forma de ninguém ter tempo para ler com atenção, o pessoal que lá foi e tentou submeter comentários viram os argumentos atropelados por um Presidente da referida Comissão M$ que não passa de um mero empregadito da M$. Deram-se ao luxo de trazer um dos principais responsáveis do OOXML de Redmondia!
Esta situação não passa de um mero desprezo de todo o povo português assim como de todo o Mundo.

Ah!, mas tiveram a resposta sob a forma de um afirmativo NÃO a nível mundial!

@braço.