sexta-feira, junho 05, 2009

DESCULPEM, ELEIÇÕES PARA QUÊ!?

Nas últimas semanas tenho andado num agitado périplo por continentais terras lusas. Como a grande maioria dos percursos foram em vias rápidas num "pés-de-borracha" com ar condicionado, logo vidros fechados apesar da canícula de alguns desses dias, pude ouvir a rádio que ia passando. Na grande maioria das emissoras lá passava de vez em quando a "campanha eleitoral" a que eu tentava prestar atenção já que gosto de ter a minha cidadania em dia.
Por outro lado, quando chegava a noite, no recanto do emprestado e temporário "lar" lá ia assistindo a algumas intervenções televisas versando o mesmo tema. Não não vi a Manuela Moura Guedes em directo - o meu coração não aguentaria tal teste com toda a certeza.

Ora, através de toda esta informação consegui saber de algumas coisas que desde já aviso não se tratarem de qualquer novidade:
- O governo é uma merda;
- A oposição é uma merda;
- O país está na merda;
- O desemprego continua a aumentar como a merda;
- Os bancos estão na merda;
- Os bancos são uma merda;
- Resumindo - está tudo na merda!
A minha admiração não se prende de forma alguma com o estado mal-cheiroso deste país à beira-mar plantado (no caso das Ilhas, rodeado-de-mar...) mas sim com a natureza destas eleições!

Desculpem a minha ignorância mas estas eleições não são para a "EUROPA"!?

Foda-se!
Após horas e horas de intervenções "politiqueiras" não ouvi UM ÚNICO POLÍTICO a falar da EUROPA!!!!
Todos sem excepção, andam apenas a lavar roupa suja!!!
Se alguém tem dúvidas basta passar pelos sites de campanha dos respectivos partidos e retirar as devidas conclusões.

Pergunto-me quem é que tem vontade de votar numas eleições EUROPEIAS quando estes políticos da treta, para não lhes catalogar com a defecante matéria castanha, andam apenas a lavar a roupa suja e nem um pio acerca do que irão para lá fazer?
Pessoalmente, só votarei em quem mostrar que vai para lá fazer alguma coisa e prometa algo mesmo que depois não cumpra. No fundo qualquer cidadão tem que se agarrar a alguma coisa, ou não?
Desta forma, o Sr. Vital Moreira está fora de questão. Se vai para lá com estas ideias não se pode esperar grande coisa para os Açores, pois não?
Do Sr. Rangel e respectiva patroa é só - o governo é uma merda. Para além disso a Sra. Manuela não "promete nada" e como tal está fora da carroça.
CDS-PP, poderia ser mas com o Paulinho das Feiras à frente deste partido = internem-me sff!
CDU(?), hum, não sei. Poderia ser uma hipótese mas o discurso pouco muda dos restantes com a agravante de já ser por demais conhecido, um pouco assim tipo "cassete"...
BdE(?) poderia ser realmente uma alternativa mas é mais um que apenas fala dos casos dos bancos e da porcaria que é o governo. Gostei da imagem da Pepsi/Coca-Cola mas a mensagem europeia falhou se é que alguma vez existiu.

Conclusão, para não ser envolvido nesta avalanche de merda e como gosto das coisas limpinhas acho votar em BRANCO excepto se algum político me fizer mudar de ideias nestas últimas horas.

Não votar é um dos actos mais limitadores da nossa cidadania mas votar em branco não limita em nada essa mesma cidadania e nas eleições onde conta (*) é mesmo sinónimo de fortalecimento da democracia.
Se não está contente com esta treta dos partidos, não deixe de ir votar e se acha que são todos a mesma merda limpe o acastanhado com um voto em branco.

Não deixe de votar (mesmo que seja no OMO - branco mais branco não há)!

(*) Nestas eleições, o voto em branco não conta mas apesar de não contar é um claro sinal que o povo quer e exige uma mudança dos "políticos" e políticas actuais.

9 comentários:

drCursor disse...

Dizer que é so lavagem de roupa suja é a meu ver um insulto para quem está na europa a trabalhar pelo bem dos portugueses e dos europeus -- consulta http://www.cdu.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=206&Itemid=66

Abraço

Anónimo disse...

O meu voto vai para :

PNR

-> http://www.pnr.pt/portal/index.php?option=com_content&task=view&id=62&Itemid=103

Carlos Martins disse...

Eu já nem confio nisto para que o banco não passe a ser rabiscado por alguém posteriormente.

Devia haver mesmo um caixinha de voto:
[ ]Partido X
[ ]Partido Y
...
[ ]NENHUM DELES!

Que assim ficava lá confirmado.

E também já li algures, que os lugares deviam ser proporcionais a todos os votantes: ou seja, se 50% votasse em branco, 50% dos lugares ficariam vazios.
Em vez de, como acontece agora, no caso de só uma pessoa ir votar, 1 único voto representa 100% dos lugares.
Assim os políticos teriam mesmo que se eforçar para ter "números" e não apenas "percentagens."

Pedro Gaspar disse...

Depois de ler o seu post, convido-o a visitar o site:

http://votapixota.blogspot.com

Francisco Costa disse...

Sim senhor. O voto em branco sempre quer dizer alguma coisa, já a abstenção não diz nada.
Há dias discutia isso com um colega que dizia que não saia de casa para votar nesta corja de ladrões. Disse-lhe, vai votar nem que seja em branco.
Uma vez numa mesa de eleições, era eu escrutinador, o votante pegou no boletim e mesmo em frente à urna dobrou-o em quatro e colocou-o lá dentro, ficamos espantados, mas o voto dele em branco à vista de todos foi o mais puro acto de indignação. Aqueles que ficam em casa apenas são resignados e não usam o poder do voto.

Carlos Martins disse...

Votem em MIM!
Prometo Wifi de alto-débito gratuito para todos os portugueses!
:)

jocaferro disse...

@drCursor:
Aqui o que está em causa não é o que eles andam a fazer ou a trabalhar na Europa mas sim o manifesto eleitoral.
É uma tristeza ver que apenas se restrigiram a um ataque ao governo e restantes partidos e praticamente tudo a nível nacional.
Palavras de ordem do tipo - votar na CDU para derrotar o governo do PS, para mim não tem qualquer significado programático. Aliás todos os partidos foram nessa onda.
Exponham o programa do que vão fazer ou caso tenha interesse exponham aquilo que fizeram durante o último mandato. Agora, apenas ataques a tudo e todos e principalmente a nível nacional para mim tem o vaor de zero. Ou melhor, abaixo de zero!
É esta a roupa suja de que falei e se consideras uma afronta, pois bem, posso bem com ela. Para além disso pouco mais posso fazer a favor de quem não expõe as ideias e aquilo que trabalhou para o bem dos portugueses - claro que me refiro à Rádio e TV.
Para a próxima não se reduzam a guerrinhas internos de alecrim e manjerona e se se trata de eleições europeias falem da Europa. Quando chegar o momento de fazer campanha para as legislativas ou regionais então falem do que se passa dentro de portas e se possível deixar a "cassete" do bota-abaixo trocando-a por aquilo que irão fazer caso sejam eleitos.

@braço.

PS: Felicidades para a CDU. Se as projecções forem aproximadas à realidade a CDU e Bloco de Esquerda ficam com cerca de 20% do eleitorado o que tira a hipótese a qualquer maioria absoluta.

jocaferro disse...

@PedroGaspar:
Muito interessante. É muito mais giro que votar em branco. :-))

@braço.

jocaferro disse...

@Francisco Costa:
Infelizmente nas eleições europeias o voto em branco não significa nada. Contam apenas os votos válidos = 100%.
É uma democrácia do tipo europeu - não quiseram correr riscos eliminando a possibilidade de ocorrer um maciço voto em branco.
São muito democratas não são?


@braço.