quinta-feira, junho 11, 2009

ESTA GAJA É QUE NÃO É DESTE SÉCULO!

Dizia a Ministra da Cultura e Comunicações francês que quem pensa que uma internet livre de policiamento e onde qualquer coisa pode passar está no século errado!
HADOPI, a recente Lei chumbada como anti-constituicional, é uma Lei ambiciosa e realistica. Uma Lei do século XXI, dizia ela...
Quem parece viver no tempo da Inquisição ou numa outra distante época napoleónica seguindo os estranhos passos do seu mais que tudo o pseudo-Napoleão Sarkozy é esta tal de Christine Albanel.

Neste momento anda por aí muita discussão acerca deste assunto e outros que colocam em perigo as grandes conquistas do Homem Livre, principalmente alguns dos seus mais elementares direitos. Lamentavelmente, muitos cidadãos limitam-se a um encolher de ombros, com respostas do tipo "quem não deve não teme" ou "até acho bem desde que seja para apanhar x ou y", à tentativa de devassa do mais intímo pormenor da nossa vida social. E porque infelizmente?
Infelizmente, porque a conquista destes direitos custou a vida a muita gente que por eles lutaram e pelo tempo, considere-se séculos para não falar em milénios, que tais direitos levaram para serem reconhecidos mundialmente. Mais uma vez infelizmente, apenas reconhecidos já que a sua aplicação ainda não chegou a todo o lado.

Assim, tal como esta Christine Albanel ainda há por aí muita gente que comunga destas ideias que quanto a mim não hesito em chamar-lhes de ideias fascistas e que num instante podem levar a um mundo perfeitamente controlado pela "divina" disposição dos nossos governantes. Basta pensar na figura de um Sócrates, ou de um Cavaco Silva não só como inimigo mortal das autonomias mas também pelo que virá a seguir, a segurar na mão todo este poder para imediatamente ser avassalado por uns profundos arrepios gelados!

Por falar em fascismo, mais uma vez fui recordado da filha-da-putice que fizeram com Salgueiro Maia. Em 1993, um ano após o falecimento de Salgueiro Maia, numa altura em que tudo indicava que sairia uma medalha/pensão para a viúva deste (o verdadeiro) herói de Abril, o Primeiro-Ministro de então recusou.
Sabem quem era este governante?
Nem mais - Aníbal Cavaco Silva!
Também sabem o que este governante fez para além de recusar dar a merecida pensão à viúva!?
Pois fixem bem isto - concedeu idênticas pensões vitalícias a dois PIDES!!!!
Pior!
Um dos PIDES foi o último chefe da delegação da PIDE/DGS em Cabo Verde mas o outro:
- De seu nome Óscar Cardoso, foi um dos filhos-da-puta que, no dia 25 de Abril, disparou sobre a multidão, disparos esses que fizeram as únicas vítimas mortais (4) dessa revolução!

Agora, no ano de 2009 eis que um Cavaco Silva, despido de qualquer vergonha pelos actos cometidos, mas com uma hipocrisia de todo o tamanho, veio finalmente prestar a devida homenagem ao herói na figura da sua viúva. Sinceramente, não assisti a tal horroroso momento de fingimento e nem sei se a viúva esteve presente ou no caso de estar como reagiu ,já que este assunto é de tal  baixeza que não merece qualquer atenção.


Algumas palavras que tinha intenção de escrever sobre tal vil episódio.


Felizmente, para a viúva, o então Presidente da República Dr. Mário Soares decidiu condecorar o herói com a Ordem Militar de Torre e Espada.
O porquê desta condecoração?
Porque era a única condecoração portuguesa que dava direito a uma pensão à viúva!

Enfim, estes são os governantes que temos.



2 comentários:

Cafonso disse...

Concordando com a generalidade do teu artigo, algo que aprendi é que temos que tolerar algumas faltas, mesmo as graves e seguir em frente. Mesmo a de não atribuir uma pensão à viúva do herói do 25 de Abril quando se atribui uma a uma besta quadrada.

Um tribunal francês decidiu há pouco tempo que um dos direitos fundamentais do homem era o acesso à Internet.

Amarino França - knownas disse...

Esta gaja não é deste século, nem do planeta terra: É PORTUGUESA!