terça-feira, agosto 12, 2008

TANTOS ANOS DE PREPARAÇÃO PARA OS JOGOS OLÍMPICOS...

Apenas ontem consegui completar a minha visualização da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos.
Fui vendo aos poucos deleitando-me com o espectáculo que foi proporcionado aos meros mortais deste planeta que dá pelo nome de Terra. É que foi mesmo um enorme deleite assistir a esta mostra proporcionada por uma China que dispensa qualquer apresentação quando se refere Cultura.
Se por um lado este espectáculo teve o condão de me fazer esquecer por uns momentos as terríveis atrocidades que por lá são cometidas por outro realçou e aumentou a minha repulsa pela hipocrisia humana. Durante cerca de 4 horas parecia que todo o mundo estava em paz e, o que é mais repugnante, ver toda aquela gente a apaparicar os responsáveis chineses como se a democracia tivesse sido implantada neste curto espaço de tempo. Noutras alturas em que os habitantes e dirigentes deste Planeta ainda os tinham no sítio (*) estaríamos com toda a certeza a assistir a um tremendo boicote a estes jogos e esta super-deliciosa-apresentação não passaria de um mero fogo-fátuo nos anais da história.

Porém, nem toda a gente ficou impávida e serena a assistir ao espectáculo e pelo menos num inusitado espaço dentro deste estádio assistiu-se a um foco de luta que quase poderia considerar como um boicote. Quase...
O momento escolhido não poderia ter sido o melhor e foi exactamente no momento em que Li Ning dava a volta à cobertura do estádio com a chama olímpica que o absurdo aconteceu!
Muito mais surpreendente terá sido esse foco vir de alguém que eu consideraria completamente fora de questão. Finalmente tive que me render à evidência de provas tão evidentes e confirmadas !
Tantos anos e tanta preparação. Tantos milhares de figurantes que andavam para ali a cumprir como um metrónomo os gestos tantas vezes repetidos até à exaustão sob pena de uma minúscula falha poder ditar severas punições ou mesmo custar a própria vida. Tantos anos de treino para que tudo correse de forma imaculada para que num súbito lampejo de boicote a toda esta magnificiência alguém se tenha empenhado com tanta alma e coração a resistir aos canônes estipulados.

Por esse motivo, resta-me com toda a minha alma e coração bradar bem alto:

Parabéns M$!

(*) - com as devidas desculpas para o meu sexismo mas decerto compreenderão...

7 comentários:

Anónimo disse...

Um país como a china a usar aquela treta? Espero que isto sirva de lição e deixem de usar o pior sistema operativo do mundo, eheh. Com tanto sistema operativo de topo e vão usar aquilo, ... OMG.

Anónimo disse...

Vê-se logo que usava XP. :P

.: Mr Brightside .: disse...

hummmmmmmm como já tinha dito à alguns dias este era um blog interessante, mas ultimamente é só mais um blog a falar mal da microsoft.

Nao entendo estes fanatismos. Uso Vista e Ubuntu, ambos teem coisas boas e más. Uma vez que não visito blogs que passam a vida a falar mal do ubuntu, não vale a pena visitar blogs que passam a vida a falar da microsoft



deixo de subscrever a minha feed aqui

jocaferro disse...

Mr brightside:

Já é a segunda vez que vem com essa conversa!

O que é que pretende?

Que eu escreva para lhe agradar!?

Já lhe respondi o que tinha a responder aquando da primeira ameaça.

Por mim assunto encerrado.

jocaferro disse...

Errata:

"Por mim assunto encerrado"

leia-se

Por mim o assunto já estava encerrado!

.: Mr Brightside .: disse...

Não sei o que respondeu antes, n li, nem sei onde comentei. Fiz o reparo pq é assim que penso. Se por um lado deve escrever sobre o que gosta, por outro lado acho que deve tentar cativar mais os leitores. Exemplo simples, quem tem um café aberto não pode passar a vida a contar piadas sobre alentejanos correndo o risco dos alentejanos deixarem de frequentar a casa. Claro que uma piada ou outra toda a gente conta, mas passar o dia no mm irrita. Do mm modo que quando vou a uma casa de fados gosto de ouvir algo novo em vez de tar sempre a o tocar a "Trova do vento que passa"

sem rancor fiz apenas um reparo, cumprimentos e boa sorte com o "café"

jocaferro disse...

Não é um café. É uma tasca... :-)

Sinceramente, nunca pensei que este blog tivesse mais que 2 ou 3 leitores basicamente devido ao facto de eu expressar aqui o que me passa pela tola e não numa vã tentativa de agradar aos leitores.
A segmentação dos leitores não permite seja a quem for ter veleidades de "agradar a todos" e eu optei por continuar a escrever não em função do leitor mas sim em função daquilo que eu penso.

Quando disponho de tempo até posso enveredar por outros temas ou, que é realmente uma das coisas que mais gosto de fazer, brincar com algumas situações só que as notícias acerca dos atropelos que um monopólio exerce sobre a sociedade em geral e a nível global, com a anuência dessa mesma sociedade e por vezes mesmo com todo o apoio, são tantas que nem sequer me dá tempo de pensar em outro tipo de divulgação.

Na minha óptica, realço "na minha óptica", este papel de alertar as pessoas para aquilo que o monopólio instituído faz tem que ser feito por alguém. Se esse alguém sou eu, paciência.
Gostaria de salientar aqui, como já o fiz por diversas vezes, que eu separo a M$ da Microsoft. São duas entidades eticamente distintas já que enquanto uma se subjuga aos sanguessugas do capital a outra até vai fazendo algo que vá de encontro à sua filosofia basilar. Quem tiver dúvidas quanto a este ponto basta comparar as palavras e acções de Bill Gates e Cª enquanto uma jovem e promissora empresa com o que se tornou na actualidade.

Para terminar, reconheço que este blog não tem qualquer ponta de sumo para quem tem um blog do tipo do seu e humildemente posso-lhe assegurar que nunca seria capaz de ter um blog tão bom quanto o 160 caracteres. Sei quais são as minhas limitações.

Pegando nas suas palavras:
- Claro que eu quando vou a uma casa de fados não vou lá para ouvir apenas um fado. Contudo, vou para lá ouvir fados e não para ouvir a Cabra do Zé ou Radiohead;
- Quanto às anedotas sobre alentejanos, também escrevo sobre assuntos tão graves como por exemplo de um "kill-switch" no iPhone...

PS: O meu último post, neste momento, contém um outro post da autoria de Matt Asay. Com apenas uma excepção já eu não sou da concorrência (bem pelo contrário) traduz mais ou menos aquilo que eu penso. Pode ser que os meus escritos não o traduzam mas é isso que eu penso e a única coisa que posso prometer é melhorar a escrita de forma a transparecer esta realidade.

@braço.