terça-feira, maio 08, 2007

NÃO "QUALQUER COISA"...

Por estar na moda os "não fumadores", decidi-me a elaborar um post sobre as figuras ficcionais que são os não "qualquer coisa".

É um nunca acabar de não fumador. Não fumador para aqui, não fumador para ali, não fumador para acolá, ou ainda pior não fumadores para aqui, não fumadores para ali e não fumadores para acolá.
Um não fumador não existe. Tão simples como isso. Ou se é fumador ou não se é fumador.
Complicado?

Talvez com exemplos:
"Não estou grávida" / "Estou não grávida"; (ufa!, que alívio...)
"Eu não sou velho" / "Eu sou não velho";
"Eu não sou/estou bêbado" / "Eu sou/estou não bêbado"

Já fui fumador mas há muitos anos que me deixei disso. Posso dizer que sou ex-fumador ou que não sou fumador.
Apesar de ter deixado de fumar não sou anti-fumador, mas nunca e é mesmo nunca, seria um não anti-fumador.

E já agora que falei de bêbados, será que "estar meio bêbado" existe?
Talvez, mas a existir seria uma coisa parecida com "estar meia-grávida"...

2 comentários:

Joel Ramos disse...

Cá para mim tu é que estás assim "meio-bebâdo"... - Foi o meu primeiro pensamento.

Mas ao fim de ler à 2ª vez lá entendi o que querias dizer e realmente, tens toda razão :)

Francisco Costa disse...

Se para cavares um buraco levares 78,5 segundos quanto tempo levarias para cavar meio buraco?

Pois é se calhar não existe meio buraco?!