domingo, abril 20, 2008

BANHADA! (continuação)

(*) - Sei bem do que falo.

Um verdadeiro sucesso!
Multidões de pessoas de cá para a M$.
Multidão de técnicos da M$ de lá para cá.
Primeiras páginas dos jornais açorianos a, tristemente dizia eu e mais uns poucos, anunciar os "técnicos" que iam à M$ assim como dos "técnicos" da M$ que vinham cá.
Quatro anos depois e muitos €€€ subtraídos ao depauperado bolso dos açorianos e para quê!?
Um ano depois, 2005, e já se falava numa nova tecnologia que "agora sim".
Dois anos mais tarde, com as "Escolas Digitais", uma nova tecnologia que "agora é que vai ser"...;
No ano passado mais uma achega e uma nova tecnologia e "já sabem o resto da história não sabem"?
Em tudo isto o único factor comum é a omnipresença da M$ a não cumprir com aquilo que prometeu e sempre a impor novidades que continuarão a não resolver e que por sua vez lá vão dar cabo de mais um grande bocado da qualidade de vida dos açorianos.

Não sabem do que falo, pois não?
Então considerem por exemplo esta fantástica página de propaganda e tirem as conclusões acerca do destino de tão inovadora realidade tecnológica.
De seguida meditem bem no "Tecnologia Microsoft" que se encontra em todas as páginas.
Também poderão constatar que nalgumas escolas até existe alguma actividade. Não passam de links mas mesmo assim sempre é alguma coisa. Numa das escolas, EBS da Madalena - Pico, tem lá um link que até dá para uma (raríssima) página bem catita e actualizada.
oooppppsss, Joomla!?
Ai isso não é da M$ e ainda por cima é Software Livre e Aberto!?

No fundo, o que a M$ fez, e anda a fazer, é vender lixo e, de seguida, vende novo lixo para disfarçar o mau cheiro do anterior. Contabilizando, tudo isto dá um grande monte de lixo a peso de ouro ou seja, a pedra filosofal com a marca da M$ (também deve ter a patente da transformação de lixo em ouro...)

Infelizmente, eis mais uma diferença entre os políticos portugueses e os britânicos-
- Eles sabem quando dizer - BASTA!
É pena porque o povo continua a pagar uma factura apenas porque certos governantes não sabem, ou não querem saber, quando chega esse momento. Não só não sabem como não cumprem com aquilo que prometem especialmente no tocante à utilização de Software Livre e Aberto na Função Pública.

8 comentários:

phoenux disse...

Como eu te percebo... Enquanto fui responsável pela informática de mais de uma centena de escolas num concelho aqui em Portugal, vi e passei por situações que poucos defensores da Microsoft conhecem... Agora numa outra instituição pública, os erros e as escolhas erradas continuam, pura e simplesmente porque os gestores/directores acham que a Microsoft e as empresas associadas são grandes empresas, ignorando as opiniões técnicas de quem conhece bastante bem a realidade. No entanto e depois de milhares de euros gastos, em soluções que agora só dão problemas, as coisas estão lentamente a mudar quando temos de substituir as soluções fornecidas por algo que é realmente aquilo que pretendemos e não aquilo que nos quiseram vender...

Steve Ballmer disse...

bom blog!

mbarreto disse...

Nunca tive o duvidoso prazer de trabalhar na Administração Pública, mas estou ligado à informática desde que me lembro e a minha cara-metade é técnica de 3 escolas e uma Direcção Regional. Sim, família de geeks. Tenho 41 anos e posso dizer com orgulho que não precisei de "migrar do windows para linux" simplesmente porque nunca utilizei esse coiso. A minha primeira experiência profissional em informática foi aos 13 anos, na IBM, com AIX. Neste momento, e desde ha 5 anos, sou responsável pela informática de um grupo razoavelmente grande. Consegui neste tempo migrar 90% dos postos e 100% dos servidores para linux. (sobram alguns Macs no depto de arte e 5 windows no dpto financeiro). São cerca de 300 maquinas e 12 servidores. Como consegui? Com um gestor que tem que PAGAR pela informática. Essa é a razão que a AP não se mexe. Nãos lhes custa, o dinheiro vem do povo e até lhes "molham as mãos" para continuar com a escravidão!

mbarreto disse...

LEmbrei-me de mais uma: A Universidade da Madeira. Na cadeira de SO da Licenciatura em Engenharia Informática, mandaram os alunos fazer um programa em C, sobre Unix. Trabalharam em postos com windows xp ligados a um servidor unix por telnet. Acho que isto diz tudo

mbarreto disse...

E desculpa, eu sei que falo demais :) Mas as vezes tenho que extravazar a revolta

jocaferro disse...

"A Universidade da Madeira. Na cadeira de SO da Licenciatura em Engenharia Informática, mandaram os alunos fazer um programa em C, sobre Unix. Trabalharam em postos com windows xp ligados a um servidor unix por telnet."

Bem, nem vale a pena dizer mais nada!

Quanto ao dinheiro não ser deles - pode explicar muita coisa não só nestes casos como em muitos outros. Os políticos deveriam ser responsabilizados por aquilo que fazem assim como qualquer dono de uma empresa responde pela sua empresa.
Mas não é só o dinheiro. É mais fácil...

O facilitismo diz tudo e quando é o próprio Bill Gates que vem a Portugal negociar, os nossos políticos até lhe beijam os pés mesmo que seja para cobrar mais uns milhões para substituir algo que nunca funcionou. E o novo também não há-de funcionar para no ano seguinte a M$ poder vender mais banha-da-cobra.
Por exemplo, tantas parangonas acerca do acordo M$/Governo, com tantos milhares de postos de trabalho e tanta inovação tecnológica prometidos e onde onde moram os resultados!?
A M$ só veio cá dar uns milhões para sacar n vezes mais e sem qualquer resultado à vista.

Ah, e podes falar à vontade. Eu também não consigo ficar calado...
Ainda puto, todos me consideravam um revolucionário do carago!
@braço.

Cafonso disse...

OFF Topic
Para quando comentários sobre isto:

http://www.groklaw.net/article.php?story=20080421091129596

jocaferro disse...

Ainda não dá. Estou à espera do teste OOo/ODF, como ele ameaçou.

@braço.