terça-feira, abril 08, 2008

LÁ SE VÃO 9.000 CLIENTES...

De facto, é notável que as estatísticas continuem a manter os SO livres e abertos como o filho mais pobre de uma nação em que o regicida-mor dá pelo nome de M$.
Desde os meados do ano transacto, vão aparecendo aos magotes emigrantes do reino do terror que a todo o custo passam a fronteira para o mundo livre. Quando digo magotes não se trata de uma mera figura de retórica mas sim uma constatação da realidade.
Desta feita, vão ser 9.000 computadores escolares, na Suíça, que irão deixar o ambiente confinado das janelas de uma vez por todas. Estas escolas já andavam a mirar a liberdade há algum tempo mas ainda existiam algumas grilhetas, leia-se "dual-boot", que lhes tolhiam os movimentos.
Pois é, o dual-boot acabou de vez e a partir de Setembro só irá existir Linux na forma de Ubuntu.
Suíça, tido como um dos países mais ricos do Mundo, resolveu que toda a gente deveria estar em igualdade de direitos e vai daí opta por Software Livre e Aberto. Por cá assinale-se a nobre iniciativa da Justiça e, agora, a Educação que são a modos de uns ilhéus de liberdade no meio de um oceano impiedoso cujo único intuito é afundar-nos a todos. Bem, todos todos não porque alguns sabem muito bem como nadar nessas águas turbulentas. Pudera, umas dezenas, quiçá centenas, de milhões da moeda sonante para pagar umas lições de natação teriam que dar algum resultado...

Vou começar a fazer uma página do tipo daquela "Get the facts" a que irei chamar "Change the facts" com todas as mudanças operadas nos últimos anos. Já comecei a recolher algum material, felizmente não falta por aí, e espero dar notícias brevemente.
Até lá, "bon voyage" Windows...

Aproveito para despedir-me com um lenço branco e com estas simples palavras do responsável pela "educação" suíça:
"Autre atout non négligeable: les élèves peuvent travailler chez eux en utilisant gratuitement les mêmes programmes qu'à l'école, ce qui «renforce l'égalité des chances», estime Manuel Grandjean. Et puis, souligne-t-il avec un brin d'ironie, «on évite ainsi de fournir des clients captifs aux grosses sociétés informatiques»..."

Música para os ouvidos daqueles que amam a liberdade.
Versão na língua inglesa aqui. (Google free power...)

6 comentários:

Anónimo disse...

Microsoft = Lixo, desde que deixei esse lixo é que vi o que é software de alta qualidade, ainda tenho pena daqueles que gastam fortunas com esses tristes. E andava eu preocupado com os virus e a sua familia e mais aqueles problemas da treta. Viva o software livre, acordam pah.

Filipe Freitas disse...

Lol..uso Windows ha anos, a partir do 3.11, e devo dizer que o pessoal que diz mal são idiotas.
É tudo uma questão de configuração e ter olhos na cara.
Falam muito bem do Linux e não sei quê mas os idiotas nem se apercebem que estão sempre em contas de Administradores no Windows..
Não me parece que os tipos do Linux estejam sempre em root..ou estão?

jocaferro disse...

Pois. A culpa não é do Windows mas sim dos idiotas dos utilizadores...

Quanto aos idiotas, não vale a pena cansar-se muito. Felizmente, a M$ trata de demonstrar que quem é verdadeiramente idiota é quem usa os produtos da M$ e ainda por cima se sente orgulhoso.

Desconfio que estamos na presença de mais um que nunca pagou a devida taxa M$...

jocaferro disse...

Correcção:

onde se lê:
"idiota é quem usa os..."

leia-se:
"idiota é quem paga e usa os..."

Anónimo disse...

Filipe Freitas se fores como alguns que não fazem nada com ele, acredito que irás sempre usar Windows :).

Bruno Miguel disse...

Filipe, talvez fosse melhores deixares de ser Microsoft Student Partner, para te tornares full-time member do festival de bruxaria e magia de Vilar de Perdizes.