domingo, outubro 05, 2008

ISTO É QUE É UM CHOQUE TECNOLÓGICO!

E que grande CHOQUE!

Se alguém tinha qualquer dúvida de como iria correr a "campanha eleitoral" do Magalhães eis que de repente as dúvidas se dissipam.
Pois é. A tecnologia tem destas coisas assim do tipo de fazer uma musiquinha para acompanhar com o Magalhães...
E para acompanhar uma musiquinha até nem ficam mal umas DIGNAS representantes da Intel a acompanhar. Já agora com uns russos à mistura. E para terminar todos, ou quase todos, os professores presentes condignamente imbuídos na tecnologia da coisa lá se vão divertindo e batendo palminhas...
Só mesmo em Portugal é que acontecem coisas destas.
Mas, mais uma vez fica a eterna pergunta - quanto é que custa aos portugueses virem para cá uns gajos gozarem com o nosso país!?
De certeza que não ficarão baratas(*)  não.

Até poderia dar para rir tal o enorme disparate desta coisa mas só de pensar qual seria a função destes dias de trabalho para os professores/professoras perco logo toda a vontade de dar umas valentes gargalhadas como daria caso estivesse a assistir a uma coisa destas vindo de um outro país qualquer.

Sinceramente, já nem consigo dizer mais nada. Quem quiser seguir o resto desta fantochada à "boa" maneira tuga, com oferta do garrafão de Magalháes e tudo, pode ir até aqui e ler o relato do tétrico acontecimento.

(*) - pun

PS: Lá acabei por rir um bocado quando li o comentador "artur carvalho":

"Diz o Louçã:

- blá, blá,blá,blá… Sr. 1º Ministro, para resumir, estamos tão mal que até as universitárias já têm que se prostituir!


Sócrates:

- O Sr. já nos habituou às suas distorções da realidade… (blá,
blá,blá). o Sr. deveria antes dizer que estamos tão bem que até as
prostitutas já são universitárias!!"

2 comentários:

Bruno Miguel (o melhor blogger do mundo :P) disse...

Há anos que as putas são universitárias, basta ver os classificados de um jornal. Ou o nosso Primeiro-Ministro não lê os jornais ou então anda muito desactualizado.

Anónimo disse...

Pena que ninguém se tenha lembrado de responder ao socas, assim:

Ah, pois é, estamos mais que bem, porque os filhos delas estão no governo! :D